Geral

Bibinho é solto em decisão liminar do Tribunal de Justiça

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Bibinho é solto em decisão liminar do Tribunal de Justiça
fonte: Jonathan Campos/ Gazeta do Povo
Bibinho é solto em decisão liminar do Tribunal de Justiça

O ex-diretor geral da Assembleia Legislativa do Paraná Abib Miguel, o Bibinho foi solto ontem, em decisão liminar do Tribunal de Justiça do Paraná.  O pedido será julgado nas próximas semanas pelos desembargadores da 2.ª Câmara Criminal do TJ, que podem manter ou revogar a decisão liminar. Bibinho estava preso desde o dia 6 de março, acusado de atrapalhar o andamento dos dois processos que responde na Justiça. O ex-diretor é acusado pelo Ministério Público de formação de quadrilha, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e pelo desvio de pelo menos R$ 200 milhões dos cofres da Assembleia no escândalo dos “Diários Secretos”. A juíza substituta Lilian Romero afirmou que não havia mais motivos para manter Bibinho preso, uma vez que a fase de instrução dos dois processos já estava encerrada. Assim, ele não teria como atrapalhar o trâmite processual, motivo pelo qual ele foi detido. O próprio Ministério Público, que havia pedido a prisão do ex-diretor, opinou pela soltura de Bibinho. Abib Miguel permanecia preso no Centro de Triagem II em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Segundo o advogado Eurolino Reis Sechinel, o ex-diretor deve ser solto hoje. Desde a prisão, em março, o advogado sustentava que a prisão de Bibinho era “abusiva”.  

continua após publicidade