Geral

Brizola Neto toma posse hoje no Palácio do Planalto

Da Redação ·
Brizola Neto toma posse hoje no Palácio do Planalto
fonte: Arquivo
Brizola Neto toma posse hoje no Palácio do Planalto
continua após publicidade
A presidenta Dilma Rousseff dá posse hoje (3) ao novo ministro do Trabalho, Brizola Neto, em cerimônia marcada para as 11h no Palácio do Planalto. Entre os convidados estão dirigentes e integrantes de sindicatos, parlamentares e ministros.
A posse de Brizola Neto encerra o período de cinco meses em que o Ministério do Trabalho permaneceu  interinamente sob a responsabilidade do ministro Paulo Roberto Santos Pinto. Ele assumiu o cargo com a saída do então ministro Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, em dezembro de 2011.
O nome de Brizola Neto foi anunciado pelo Palácio do Planalto na última segunda-feira (30). A decisão foi tomada depois de uma reunião da presidenta Dilma Rousseff com o presidente do PDT, Carlos Lupi, e o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho.
Aos 33 anos, Carlos Daudt Brizola, nome de batismo de Brizola Neto, é o mais jovem ministro do atual governo. Neto do ex-governador Leonel Brizola (que morreu em 2004), ele nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e está em seu segundo mandato como deputado federal pelo Rio de Janeiro. Mesmo sem vencer as últimas eleições parlamentares em 2010, Brizola Neto voltou à Câmara dos Deputados como suplente do deputado Sergio Zveiter (PSD).
Em 2009, Brizola Neto foi líder do PDT na Câmara. Em sua trajetória política, exerceu ainda o cargo de vereador pelo município do Rio, em 2004. Em seu blog, ele informa que começou a vida política aos 16 anos, ao lado do avô.
Ao participar da comemoração do Dia do Trabalho organizada por centrais sindicais na capital paulista, o novo ministro disse que as notícias de geração de mais empregos no Brasil vieram no momento em que há um ambiente econômico favorável, de aumento da renda do trabalhador, e que esse é o ambiente ideal para o avanço das lutas do movimento sindical e do conjunto dos trabalhadores.