Geral

Secretário Romanelli destaca aumento do mínimo regional no Paraná

Da Redação ·
O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, defendeu que a proposta atende trabalhadores e empresário, já que “foi elaborada com base no diálogo, que é a marca do governo Beto Richa”
fonte: ANPr
O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, defendeu que a proposta atende trabalhadores e empresário, já que “foi elaborada com base no diálogo, que é a marca do governo Beto Richa”

O texto do projeto de lei que estabelece um reajuste de 10,32% para o salário mínimo regional foi aprovado nesta segunda-feira (23/04) pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa e seguiu para votação no plenário da casa. O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, defendeu que a proposta atende trabalhadores e empresário, já que “foi elaborada com base no diálogo, que é a marca do governo Beto Richa”. “A política de valorização do salário mínimo regional foi construída de forma democrática com os trabalhadores, representados pelas suas centrais sindicais, e com os empregadores, representados pelas suas federações patronais, e se deu no âmbito do Conselho Estadual do Trabalho, que é tripartite e paritário”, explicou o secretário. Romanelli informou que houve um amplo debate sobre o tema, com a realização de várias reuniões em que empregadores, trabalhadores e representantes do poder público manifestaram expectativas e pontos de vistas. “O diálogo não foi interrompido e nem comprometido”. O índice de reajuste foi definido por critérios técnicos e com base nos dados de crescimento da economia paranaense, elaborados pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), pelo Dieese e pelo Observatório do Trabalho da Secretaria. Foram levadas em conta as regras nacionais para aumento real do salário mínimo.

continua após publicidade

Com informações da Agência Estadual de Notícias