Geral

Prefeitos do Paraná estudam suspender transporte de alunos

Da Redação ·

Os prefeitos do Paraná anunciaram nesta quinta-feira (12) que vão se reunir para decidir se suspendem ou não o transporte escolar dos alunos matriculados na rede estadual de ensino. De acordo com a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) em 2011 os municípios gastaram R$ 120 milhões com o serviço e a contrapartida estadual foi de R$ 58 milhões. O encontro está marcado para quarta-feira (18), em Curitiba. Dezoito prefeitos, que representam regiões, devem participar.

continua após publicidade

“É importante a população entender que esta é uma função do estado (...) Os municípios estão tirando dinheiro do recurso livre para dar de graça para o estado. Quando a gente empresta do estado é com juros”, afirmou o presidente da AMP e prefeito de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, Gabriel Jorge Samaha, conhecido como Gabão.

continua após publicidade

Mesmo antes da reunião dos gestores municipais, o prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, anunciou na segunda-feira (9) que os alunos da rede estadual deveriam encontrar alternativas para ir à escola. Ao todo 1,8 mil alunos devem ser atingidos pela medida. Em pronunciamento divulgado no site da prefeitura nesta quinta-feira, Donald afirmou que a medida é definitiva.

continua após publicidade

"Se para Foz do Iguaçu que é um município importante e tem uma boa arrecadação a despesa pesa, imagine para os municípios pequenos", acrescentou Gabão. Segundo ele, em Piraquara, o gasto com o transporte escolar em 2011 representou uma despesa de R$ 3 milhões, cerca de 4% do orçamento. Ainda segundo Gabão, o governo estadual repassou R$ 300 mil.

O G1 entrou em contato com a SEED e ainda aguarda um posicionamento.