Geral

Um em cada quatro brasileiros abusa do álcool

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Um em cada quatro brasileiros abusa do álcool
fonte: Arquivo
Um em cada quatro brasileiros abusa do álcool

Cerca de um em cada quatro homens brasileiros abusa de bebidas alcoólicas, segundo uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (10). Nos 30 dias monitorados pelo levantamento, 26,2% das pessoas disse ter ultrapassado a marca estipulada.

continua após publicidade


Os números foram apresentados na edição de 2011 da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), que avalia a saúde do brasileiro. O balanço anual teve como destaque as melhoras no tabagismo, mas apontou um crescimento preocupante na obesidade.

continua após publicidade

Em relação ao álcool, a média estipulada foi de ingestão de quatro ou mais doses para mulheres, e cinco ou mais doses para homens. Abusaram aqueles que tivessem, de uma só vez, ultrapassado a quantidade no último mês.


A média brasileira, sem distinção de sexo, foi de 17%. Isso porque os homens mantiveram uma média três vezes maior, de 26,2%, contra 9,1% das mulheres.

continua após publicidade

A idade também mostra alterações preocupantes. Entre 18 e 24 anos, 30,3% dos homens passaram da faixa — também três vezes mais que as mulheres, que ficaram em 11,5%.

Capitais

continua após publicidade

O consumo de álcool também foi avaliado nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal.

continua após publicidade

Os números apontam que os homens de Teresina (37,5%), Salvador (31,3%) e Cuiabá (31,2%) foram os que mais abusaram, enquanto os de Campo Grande (20%), Boa Vista e Rio Branco (ambos com 19,2%) apresentaram as melhores médias.

Entre as mulheres, Salvador também teve média alta (17,2%), à frente de Recife (14,3%) e Vitória (13,3%). O menor índice veio de São Paulo (4,7%), seguido por Manaus (4,9%) e Rio Branco (5,3%).

Na média geral, independentemente do sexo, Salvador foi a pior (23,6%) e Rio Branco a menos pior (11,9%).