Geral

PRF recomenda aos motoristas não viajarem à noite neste feriado

Da Redação ·
 Policiais rodoviários federais em fiscalização na BR 376, próximo ao Pirapó
fonte: Delair Garcia
Policiais rodoviários federais em fiscalização na BR 376, próximo ao Pirapó

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa a "Operação Semana Santa" à meia noite desta quarta-feira (4) em todas as rodovias federais do país. A fiscalização termina à meia noite de domingo (8). Cerca de nove mil policiais farão blitze em 67 mil quilômetros de malha viária federal. Um dos objetivos é combater casos de embriaguez ao volante e de ultrapassagens em locais proibidos.

continua após publicidade


Segundo a corporação, estatísticas operacionais de 2011 vão permitir que os policiais fiquem posicionados nos pontos mais críticos e assim evitar comportamentos considerados "letais" por parte dos motoristas.

continua após publicidade

No ano passado, as colisões frontais provocaram 31% das mortes em acidentes nas rodovias federais. Os dados da PRF apontam que a maioria foi provocada por ultrapassagens proibidas ou mal calculadas. A velocidade incompatível com o trecho da rodovia foi a responsável por 13% dos óbitos com causa identificada em 2011.
A corporação alerta o motorista para evitar dirigir à noite por causa da deficiência de luminosidades nas rodovias federais. Esse problema foi a causa de 57% dos acidentes registrados na malha viária durante o carnaval.


Os motoristas jovens continuam sendo o principal alvo da PRF, pois no feriado da Semana Santa do ano passado, 49% dos mortos em acidentes tinham entre 18 e 35 anos.

continua após publicidade

Lei Seca
A PRF informou que não vai mudar o modo de fiscalizar os motoristas após a terceira seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter decidido, em 28 de março, manter a obrigatoriedade do teste do bafômetro ou do exame de sangue e rejeitar outros tipos de prova (como exame clínico e depoimento de testemunhas) para se comprovar a embriaguez de motoristas ao volante em processo criminal.

Só em 2011, segundo balanço da PRF, foi feito um teste de bafômetro a cada 45 segundos, o que totaliza 699.946 análises sobre o estado de sobriedade dos motoristas. A corporação autuou 27.697 motoristas e prendeu 9.406 pessoas no ano passado. O efetivo conta com 1.978 equipamentos para fazer a fiscalização em todas as rodovias federais do país.

continua após publicidade

Chuva
Segundo a PRF, a chuva deve predominar em quase todo o país durante o feriado da Semana Santa. Por esse motivo, a corporação recomenda que os motoristas façam uma revisão atenta no veículo antes de viajar, que verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação.

continua após publicidade

Em caso de chuva excessiva, o motorista não deve ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente. Dirigir sempre com os faróis ligados, mesmo durante o dia. Na chuva, ligar os faróis é obrigatório, informou a PRF, que também recomenda parar a viagem e caso de chuva muito forte.

continua após publicidade

Restrição de veículos de carga
De acordo com a PRF, a proibição de tráfego de veículos com excesso de largura, comprimento ou altura é feita por medida de segurança. Nos horários de maior movimento, a ausência desses veículos de grande porte vai melhorar a trafegabilidade e diminuir os riscos de acidentes graves envolvendo carros de passeio.

O motorista flagrado desrespeitando a restrição será enquadrado no artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro, que prevê multa de R$ 85,13, quatro pontos na carteira e a retenção até o término do período de proibição. A restrição valerá para veículos com ou sem carga e mesmo com a Autorização Especial para Trânsito (AET).

O período de restrição será feita na quinta-feira (5), das 16h às 22h, e sexta-feira (6), das 6h às 12h. A medida também será adotada no domingo (8), das 16h à meia noite.