Geral

Governo do PR beneficia 23 mil produtores com calcário

Da Redação ·
O governador Beto Richa lançou nesta quarta-feira (28) o Programa de Calcário para Agricultura Familiar
fonte: Arnaldo Alves / AENotícias
O governador Beto Richa lançou nesta quarta-feira (28) o Programa de Calcário para Agricultura Familiar

O governador do Paran´, Beto Richa (PSDB) lançou nesta quarta-feira (28), no Palácio das Araucárias, em Curitiba, um programa que vai distribuir 220 toneladas de calcário para 23 mil pequenos produtores rurais do Paraná. O investimento na aquisição do insumo será de R$ 12 milhões e tem o objetivo de aumentar a produtividade agrícola e a fertilidade do solo de propriedades em 232 municípios.

continua após publicidade

A medida – que tem potencial para aumentar em 30% a produtividade das lavouras beneficiadas – foi dividida em duas etapas. Na primeira, oficializada nesta quarta-feira, foram assinados convênios com 92 municípios. Na segunda etapa, em outubro, serão atendidos 140 municípios. Richa destacou aos prefeitos presentes ao lançamento que a ação só foi possível com a redução de 18% obtida pelo governo nos gastos administrativos desde o início do ano.

continua após publicidade

“Faz oito anos que o governo não investe para ajudar os produtores com a oferta de calcário, que é fundamental para a conservação do solo e o aumento da renda dos nossos produtores. É um apoio real e concreto que irá trazer desenvolvimento para o campo”, disse o governador. Ele destacou ainda outras ações adotadas pelo governo para apoiar a agricultura, como a isenção das taxas de serviços prestados pela Emater a 100 municípios.

continua após publicidade

O calcário é um insumo que proporciona benefícios como a elevação da fertilidade dos solos, neutralização de elementos tóxicos e correção da acidez do solo, controlando o nível de pH (potencial hidrogeniônico) da terra – o que resulta em melhoria da produtividade agrícola. O programa vai priorizar a distribuição para agricultores familiares mais carentes, em localidades com elevada taxa de pobreza, comunidades indígenas, quilombolas e que tenham microbacias planejadas dentro de práticas conservacionistas de uso e manejo de solo e água.

O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, explica que a aplicação de calcário é fator fundamental para o incremento da renda dos agricultores familiares. Segundo ele, a intenção é que seja aplicado no menor prazo possível para gerar resultados na safra 2011/12. “Outras práticas são importantes, mas o calcário é básico. Toda planta e semente precisa de um local favorável para desenvolver seu pleno potencial. Esse insumo deixa o solo quimicamente mais adequado e os benefícios que gera ajudam a fixar o produtor no campo”, afirmou o secretário.

continua após publicidade

Cada prefeitura vai receber até o valor máximo de R$ 70 mil para a compra do calcário e repasse direto para os produtores. O atendimento será limitado em 10 toneladas de calcário por agricultor, que deve ser selecionado pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e Emater.

continua após publicidade

“O interior tem dificuldade para ter acesso ao calcário, principalmente pelo transporte, que encarece o produto, podendo chegar até a R$100 por tonelada. O governo precisa atuar do lado dos agricultores familiares, que representam cerca de 85% das propriedades rurais do Paraná”, destacou Ortigara. Ele informou ainda que o Estado irá fiscalizar a adequada aplicação da substância.

continua após publicidade

ASSISTÊNCIA – Os agricultores beneficiados irão receber assistência técnica da Emater para assegurar a correta aplicação do calcário e o adequado manejo e conservação do solo. Segundo o presidente do Instituto Emater, Rubens Ernesto Niederheitman, deverão ser feitas análises das características de cada propriedade para a distribuição adequada do insumo. “Estamos presentes em todos os municípios do Paraná. Vamos oferecer todo o apoio e suporte para monitorar o desempenho das plantações”, disse ele.

A aplicação de calcário é compreendida como complemento conservacionista e auxiliar na prática de manejo e fertilidade dos solos. Assim, sua utilização deve ser feita de forma integrada com outras práticas, atendendo ao planejamento da propriedade nas microbacias. Deve-se levar em conta ainda o fato que o Estado do Paraná possui uma lei específica que trata do calcário (Lei nº 11.175 de 11/09/1995).

MUNICÍPIOS – Paulo Deola – prefeito de Bom Jesus do Sul, município de 4 mil habitantes na região Sudoeste – afirma que o repasse demonstra a atenção do governo estadual com os pequenos produtores. “É uma medida que melhora a produção, renda, qualidade de vida do povo e ajuda a fixar o trabalhador no campo”, destacou. Para Alceu Swarowski, prefeito de Rio Negro, a iniciativa marca a volta de programas voltados para os agricultores familiares. “A melhora da produção vai garantir desenvolvimento econômico e melhorar a vida do produtor”, disse o prefeito.

Além dos prefeitos de 93 municípios, participaram do evento o líder do governo na Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, secretários de Estado, deputados estaduais e lideranças do setor agrícola.