Geral

Corpo de aluno que atirou em professora será enterrado hoje

Da Redação ·
 Velório do menor que atirou em professora, em São Caetano do Sul (Zanone Fraissat/Folhapress)
fonte: Divulgação
Velório do menor que atirou em professora, em São Caetano do Sul (Zanone Fraissat/Folhapress)

O corpo do estudante D.M.N., de 10 anos, que atirou na professora Rosileide Queirois de Oliveira e depois se suicidou, será enterrado nesta sexta-feira, às 16h, no cemitério das Lágrimas, em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira, numa sala de aula da Escola Professora Alcina Dantas Feijão. A arma usada no crime, um revólver calibre 38, era do pai da criança, o guarda civil municipal Nilton Nogueira.

continua após publicidade

No velório do estudante, estão muitos amigos e parentes dos pais de D.M.N. e a guarda civil metropolitana faz a segurança do local. Não foi permitida a entrada da imprensa.

continua após publicidade

D.M.N. cursava o 4º ano do ensino fundamental. Segundo informações de testemunhas, ele disparou contra Rosileide, de 38 anos e, em seguida, atirou contra a própria cabeça. No momento dos diparos, 25 alunos estavam na sala de aula.

continua após publicidade

Rosileide, que está internada no Hospital das Clínicas, em São Paulo, passou por uma cirurgia de três horas – entre 20h15 e 23h15 de ontem – para a retirada do projétil da região abdominal. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, seu estado de saúde é estável. Ela está consciente, mas não há previsão de quando deixará a UTI.

O estudante chegou a ser levado para o Hospital de Emergência Albert Sabin, na Avenida Kenedy, em São Caetano do Sul. Depois de sofrer duas paradas cardiorrespiratórias, ele morreu por volta das 16h50 desta quinta-feira.

continua após publicidade

De acordo com a delegada Lucy Mastellini Fernandes, titular do 3º Distrito Policial de São Caetano do Sul, onde foi registrado o  boletim de ocorrência, uma diretora da Escola Professora Alcina Dantas Feijão informou que D.M.N.. nunca apresentou mau comportamento. "Os funcionários da escola estão surpresos com o que aconteceu", disse.

As aulas na Escola Professora Alcina Dantas Feijão estão suspensas nesta sexta-feira. Os motivos que levaram ao crime ainda são investigados.