Geral

IAP libera licença ambiental para obras no Aeroporto Afonso Pena

Da Redação ·
IAP libera licença ambiental para obras no Aeroporto Afonso Pena
fonte: Jorge Woll/SEIL
IAP libera licença ambiental para obras no Aeroporto Afonso Pena

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) expediu nesta semana a licença de instalação para a execução das obras de ampliação do pátio de aeronaves e do estacionamento de veículos do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, não há mais impedimento ambiental para o andamento das obras terminal. “A parte que compete ao Estado está resolvida”, disse.

continua após publicidade

Ele destacou que a agilização dos processos de licenciamento é essencial para a preparação do Paraná para a Copa do Mundo, uma das prioridades da secretaria, e para o bom funcionamento do maior terminal paranaense. “Provamos que dá para ser ágil quando se trabalha em equipe, com uma força-tarefa”, afirmou.

continua após publicidade

Para o superintendente da Infraero no Paraná, Antonio Pallu, a licença representa uma parte importante no processo de melhoria e modernização do Afonso Pena. “Cumprimos esta etapa com celeridade, de acordo com as necessidades de aparelhamento da infraestrutura aeroportuária”, disse. “O rápido licenciamento do IAP foi possível graças ao ambiente colaborativo que prevalece no Estado.”

O licenciamento para as obras de adequação operacional do aeroporto avaliou o cumprimento de etapas como o Relatório Ambiental Simplificado, Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e a atualização dos planos de gerenciamento de resíduos sólidos e líquidos.

continua após publicidade

O Paraná conta atualmente de 40 aeroportos e aeródromos públicos mantidos por administrações municipais (36) e pela Infraero (Curitiba, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu). O número de passageiros nos aeroportos públicos paranaenses cresceu 204% nos últimos 15 anos, com um movimento de cerca de seis milhões de passageiros.

continua após publicidade

SUMITOMO - O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) também liberou a licença ambiental de instalação para a empresa japonesa de pneus Sumitomo Rubber, que vai construir uma unidade em Fazenda Rio Grande. A autorização é válida para implantação do empreendimento e autoriza o início das obras e das atividades da fábrica.

continua após publicidade

A Sumitomo fabrica as marcas de pneus Dunlop e Falken e investirá cerca de R$ 500 milhões na nova unidade, que vai gerar 500 empregos na primeira etapa. Será a primeira base de produção do grupo na América do Sul e terá capacidade para fabricar até 15 mil pneus por dia, a partir de 2013.

As negociações com o governo do Paraná para instalação da Sumitomo no Estado começaram em janeiro, através do Instituto Hyogo. Segundo o secretário do Planejamento e Coordenação Geral, Cassio Taniguchi, a empresa analisou 18 municípios no Brasil e escolheu o Paraná em função dos benefícios fiscais e apoio do governo estadual para que a unidade se instale em Fazenda Rio Grande.

Para o diretor do Instituto Hyogo, Gervásio Tao-Iwamoto, o Paraná também oferece uma ótima localização e um sistema logístico completo, com portos, aeroportos e toda infraestrutura necessária para o bom desenvolvimento da indústria. “Além da unidade fabril conseguimos a transferência do escritório para Curitiba, atualmente aberta em São Paulo. Muitas outras empresas podem seguir o mesmo caminho”, destaca.