Geral

Rebeldes apertam o cerco à cidade natal de Kadhafi na Líbia

Da Redação ·
 Rebeldes apertam o cerco à cidade natal de Kadhafi na Líbia
fonte: AP
Rebeldes apertam o cerco à cidade natal de Kadhafi na Líbia

Forças dos rebeldes da Líbia convergiam nesta segunda-feira (29) para Sirte, cidade natal do ditador Muammar Kadhafi, na tentativa de capturar os últimos redutos do regime e consolidar a vitória da revolução.

continua após publicidade

O paradeiro de Kadhafi ainda é desconhecido desde que seus inimigos invadiram a capital, Trípoli, há uma semana, levando ao colapso regime de 42 anos. Apesar da aparente derrota, Kadhafi insiste em conclamar seus aliados à resistência.

O Conselho Nacional de Transição (CNT) pediu à Otan que mantenha a campanha militar aérea iniciada há cinco meses, que foi crucial para impulsionar os rebeldes líbios à vitória contra Gaddafi.

continua após publicidade

"Peço a continuada proteção da Otan e de seus aliados contra esse tirano", afirmou Mustafa Abdel Jalil, presidente do CNT, no Catar, numa reunião com ministros de Defesa de países que apoiaram a revolta. "Ele ainda é uma ameaça, não só para os líbios como para o mundo todo."

Um comandante da Otan prometeu manter a missão da aliança pelo menos até 27 de agosto, quando expira o mandato da ONU para ação militar.

"Acreditamos que o regime de Kadhafi está perto do colapso, e estamos comprometidos em ver a operação chegar à sua conclusão", disse o almirante norte-americano Samuel Locklear, chefe do Comando de Operações Conjuntas da Otan, a jornalistas em Doha, capital do Catar.

continua após publicidade

"Os bolsões das forças pró-Kadhafi estão sendo reduzidos a cada dia. O regime não tem mais capacidade de montar uma operação decisiva", afirmou ele, acrescentando que os bombardeios da aliança ocidental destruíram 5.000 alvos militares na Líbia.

No domingo, pelo terceiro dia consecutivo, aviões da Otan bombardearam Sirte, na costa do Mediterrâneo, segundo um porta-voz da aliança em Bruxelas.