Geral

Marinha confirma internação de 57 alunos com intoxicação

Da Redação ·
 Recrutas estão com quadro agudo de insuficiência respiratória
fonte: Marinha
Recrutas estão com quadro agudo de insuficiência respiratória

Cinquenta e sete alunos do curso de formação de fuzileiros navais do Ciampa (Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves), em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, estão internados desde sábado (20) no Hospital Naval Marcílio Dias,  no Lins (zona norte do Rio).

continua após publicidade

De acordo com a tenente Michele, da assessoria de imprensa do Primeiro Distrito Naval, todos apresentam um quadro agudo de insuficiência respiratória.

continua após publicidade

Pelo menos dois recrutas estão internados no Centro de Terapia Intensiva da unidade. Segundo funcionários do hospital, de todo o grupo, os alunos Victor Hugo Pereira, de 19 anos, e Leonardo Gama Rodrigues são os que deram entrada no hospital apresentando problemas mais graves de saúde.

continua após publicidade

A Secretária Municipal de Saúde do Rio enviou neste domingo (21) seis médicos à unidade para examinar os jovens e recolher amostras para análises. Médicos da Marinha também investigam os motivos que teriam provocado o surto e levado a internação dos alunos.

O material colhido já foi enviado para o laboratório, mas de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não há previsão para a divulgação do resultado.

continua após publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou ter recebido sábado à tarde da Marinha um comunicado sobre a internação em massa. De acordo com o órgão, o procedimento faz parte de um protocolo público que estabelece que as autoridades municipais sejam avisadas de casos de doenças coletivas. O objetivo é evitar surtos ou epidemias.

Apesar da confirmação sobre os 57 internados, o caso está sendo tratado com muito sigilo pela Marinha.