Geral

EUA pedem que Kadhafi saia e afirma que seus dias estão contados

Da Redação ·

O Departamento de Estado americano disse neste domingo (21) que o líder líbio Muammar Kadhafi deve deixar o poder se realmente estiver preocupado com o bem-estar de seu povo.

continua após publicidade

"Claramente, a ofensiva em Trípoli está em andamento", e se Kadhafi "se preocupa com o bem-estar do povo líbio, deixará o poder agora", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland.

Nuland acrescentou que o governo dos Estados Unidos está "monitorando a situação na Líbia e que autoridades americanas estão em estreita colaboração com os rebeldes". Horas antes, a Casa Branca havia dito que os dias de Kadhafi como líder da Líbia "estão contados".

continua após publicidade

"Acreditamos que os dias de Kadhafi estão contados, e que o povo líbio merece um futuro justo, democrático e pacífico", declarou o porta-voz Josh Earnest.

"Os Estados Unidos continuam se comunicando estreitamente com nossos aliados, sócios do Conselho Nacional de Transição", órgão político dos rebeldes.

Washington informou que o presidente do país, Barack Obama, deverá realizar um pronunciamento assim que obter mais informações sobre o que está acontencendo na Líbia.