Geral

Papa adverte para evolução utilitarista do ensino universitário

Da Redação ·
Papa adverte para evolução utilitarista do ensino universitário
fonte: Arquivo
Papa adverte para evolução utilitarista do ensino universitário

O Papa Bento XVI afirmou nesta sexta-feira que a universidade deveria voltar a sua autêntica vocação, que "busca a verdade própria da pessoa humana", e criticou a redução "utilitarista" do ensino que busca apenas satisfazer "a demanda trabalhista".

continua após publicidade

"Às vezes se pensa que a missão de um professor universitário hoje seja exclusivamente a de formar profissionais competentes e eficazes que satisfaçam a demanda trabalhista em cada momento preciso", destacou o Papa, vestido de branco, para 1.500 professores universitários, na basílica de San Lorenzo del Escorial, a 50 km de Madri.

"Também se diz que a única coisa que se deve privilegiar na presente conjuntura é a mera capacitação técnica. Certamente, se espalha na atualidade esta visão utilitarista da educação, também a universitária, difundida especialmente a partir de âmbitos extrauniversitários", completou, antes de ser aplaudido de pé.

continua após publicidade

"Um utilitarismo sem ética leva ao totalitarismo. Quando apenas a utilidade e o pragmatismo imediato se erguem como critério principal, as perdas podem ser dramáticas: desde os abusos de uma ciência sem limites, além dela mesma, até o totalitarismo político que se aviva facilmente quando se elimina qualquer referência superior ao mero cálculo de poder", explicou.

Joseph Ratzinger recordou, em contraste, a grande vida intelectual interdisciplinar que havia em seu período como docente na Universidade de Bonn, após a guerra.

"Quando ainda se curavam as feridas da guerra a ilusão por uma atividade apaixonante supria tudo, o trato com colegas das diversas disciplinas e o desejo de responder as inquietações últimas e fundamentais dos alunos".

"A universidade encarna, pois, um ideal que não deve ser desvirtuado nem por ideologias fechadas ao diálogo racional, nem por servilismos a uma lógica utilitarista de simples mercado, que vê o homem como mero consumidor. Aí está vossa importante e vital missão", destacou.