Geral

Petróleo fecha em queda após dados negativos nos EUA

Da Redação ·

O petróleo fechou esta segunda-feira (1º) com a cotação em queda em Nova York após dados ruins sobre a atividade industrial dos Estados Unidos. Em Londres, os valores ficaram estáveis. Os debates sobre o teto do endividamento americano já não tensionaram os investidores, depois que o presidente Barack Obama anunciou, na noite do domingo, um acerto.
saiba mais

continua após publicidade

Bolsas dos EUA caem com aproximação de prazo sobre dívida
Acompanhe mais cotações do mercado financeiro

Em Nova York, o WTI para setembro registrou queda de US$ 0,81, para US$ 94,89 o barril. O vencimento de outubro ficou em US$ 95,33, recuo de US$ 0,80.

continua após publicidade

Em Londres, o Brent para setembro subiu US$ 0,07, para US$ 116,81. O contrato de outubro não registrou alteração e fechou a US$ 116,53.

Pesquisa do Institute for Supply Management (ISM) mostrou que a atividade industrial dos Estados Unidos expandiu-se em julho pelo 24º mês consecutivo, mas a um ritmo mais brando. O indicador que mede o desempenho ficou em 50,9%, depois de marcar 55,3% em junho. Qualquer leitura acima de 50% significa expansão.

O levantamento apontou indicadores de produção e emprego em desaceleração - o primeiro saiu de 54,5% para 52,3% entre junho e julho e o segundo, de 59,9% para 53,5%.