Geral

Início de incêndio em cozinha obriga piloto a levar avião de volta à Austrália

Da Redação ·
 Início de incêndio em cozinha obriga piloto a levar avião de volta à Austrália
fonte: Divulgação
Início de incêndio em cozinha obriga piloto a levar avião de volta à Austrália

Um avião da companhia Air Canada foi forçado a voltar ao aeroporto de Sydney (Austrália) após meia hora de voo devido à fumaça que saía da cozinha do avião, segundo a imprensa australiana nesta quinta-feira (28). O piloto fez o retorno e despejou o combustível antes de pousar como medida de segurança.

continua após publicidade

O voo 34 da Air Canada partiu com destino a Toronto com 262 passageiros a bordo. Após meia hora no ar, um dos tripulantes viu fumaça saindo de um dos fornos na cozinha do avião e comunicou ao piloto, que decidiu voltar a Sydney.

Segundo o site do diário australiano Sydney Morning Herald, o incidente gerou relatos na imprensa de que o avião teria pegado fogo.

continua após publicidade

A Air Canada, no entanto, disse que os relatos nesse sentido foram exagerados. A porta-voz da companhia, Jeannie Foster, disse que não houve incêndio nem pouso de emergência, e os passageiros mal tiveram noção do que aconteceu.

- O piloto apenas tomou o cuidado extra de fazer o avião voltar para Sydney. O combustível foi despejado para segurança dos passageiros, pois a aeronave não pode pousar com os tanques cheios.

Segundo ela, o combustível em geral se evapora antes de alcançar o solo.

continua após publicidade

O aeroporto de Sydney confirmou que o avião pousou em segurança e não precisou de procedimentos de emergência. O serviço de resgate e a equipe de bombeiros do aeroporto consideraram que o incidente não teve maior importância.

Os passageiros permaneceram a bordo e o voo foi retomado após uma breve checagem.