Esportes

Zverev pede desculpas após agressão a árbitro em Acapulco: 'Explosão inaceitável'

Da Redação ·

Alexander Zverev usou suas redes sociais para divulgar um comunicado pedindo desculpas após perder a cabeça e desferir quatro golpes de raquete em direção ao árbitro de cadeira no jogo de duplas do ATP 500 de Acapulco, no México, no qual jogou ao lado do brasileiro Marcelo Melo. Por causa da agressão, o tenista acabou expulso pela ATP - jogaria nas oitavas do torneio de simples.

continua após publicidade

O alemão número três do mundo ficou bastante irritado após a derrota para Lloyd Glasspool e Harri Heliovaara e, descontrolado, descontou sua irá em direção à arbitragem. Alessandro Germani quase foi atingido nos pés e saiu da cadeira para evitar o pior. A torcida reprovou o momento de fúria de Zverev.

"É difícil colocar em palavras o quanto me arrependo do meu comportamento após a partida de duplas. Eu pedi desculpas em particular ao árbitro que minha explosão nele foi errada e inaceitável e estou apenas decepcionado comigo mesmo", afirmou Zverev, garantindo que conversou com Alessandro Germani para consertar o equívoco pelo desequilíbrio momentâneo.

continua após publicidade

"Isso simplesmente não deveria ter acontecido e não há desculpa. Também gostaria de pedir desculpas aos torcedores, ao torneio e ao esporte que amo", continuou, mostrando arrependimento o tenista alemão.

"Como vocês sabem, sempre deixo tudo em quadra. Ontem, dei muito. Vou tirar os próximos dias para refletir, tanto sobre minhas ações quanto para garantir que algo assim nunca aconteça novamente", prometeu, ao finalizar o comunicado oficial. Ele perderá os pontos do torneio e ainda pode levar outra punição da ATP.