Esportes

Wanderson de Oliveira perde para cubano no boxe e está fora dos Jogos de Tóquio

Da Redação ·

O boxeador Wanderson de Oliveira perdeu, nesta terça-feira, para o cubano Andy Cruz, nas quartas de final do boxe, na categoria dos pesos leves (até 63 quilos) nos Jogos Olímpicos de Tóquio, por 4 a 1. Três jurados apontaram 30 a 27 e um 29 a 28 para Cruz, enquanto um viu o brasileiro como vencedor por 29 a 28.

continua após publicidade

Andy Cruz mostrou o motivo pelo qual é apontado pelos críticos como o grande favorito para conquistar o ouro. Com incrível esquiva, ótimo jogo de pernas e golpes precisos, o cubano teve o domínio da luta e soube contra-atacar sempre com eficiência, quando Wanderson tentou ser ofensivo.

Com preparo físico impecável, Cruz ainda foi para cima no terceiro assalto, evitando o ímpeto final do brasileiro, que acabou recebendo duros golpes.

continua após publicidade

O boxe brasileiro soma oito medalhas em olimpíadas. Servílio de Oliveira foi bronze no México-1968, depois Esquiva Falcão, Yamaguchi Falcão e Adriana Araújo subiram no pódio em Londres-2012. Robson Conceição foi campeão na Rio-2016.

Em Tóquio, o peso pesado Abner Teixeira, que luta a semifinal ainda nesta terça-feira, o peso médio Hebert Conceição e a peso leve Beatriz Ferreira também já têm bronze garantido.

Nascido no Complexo da Maré, comunidade no Rio de Janeiro, Wanderson jogava futebol até descobrir a ONG Luta

pela Paz. Recebeu o apelido de Sugar, devido aos golpes de "manivela", característicos do lendário boxeador norte-americano Sugar Ray Leonard.