Esportes

Vitória Rosa dá show e encerra Troféu Brasil de Atletismo com 3 medalhas de ouro

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A velocista Vitória Rosa foi a grande protagonista do Troféu Brasil de Atletismo ao encerrar a competição, que foi disputada no Engenhão, no Rio, com três medalhas de ouro. A atleta do Pinheiros brilhou com o primeiro lugar nos 100m rasos, no revezamento 4x100m e neste sábado chegou na frente também na disputa dos 200m com o tempo de 22s92.

continua após publicidade

"Isso é muito gratificante porque a todo momento dou meu melhor na pista. A gente fica muito tempo longe da família, faz sacrifícios, mas também é recompensada com conquistas importantes", afirmou a atleta de 26 anos.

Apesar do ótimo resultado no Troféu Brasil, o grande objetivo dela na temporada é o Mundial de Atletismo, no Oregon (Estados Unidos), que será disputado entre 15 e 24 de julho. Ela já tem os índices para competir nas provas de 100m e 200m e espera chegar em ótima forma na principal competição deste ano.

continua após publicidade

"Minha meta e a do meu treinador (Katsuhico Nakaya) é chegar ao pico de minha preparação em Eugene para brigar por um bom resultado. Assim como sou referência aqui no Brasil, terei outras estrelas para acompanhar no Mundial. Quero fazer mais provas no exterior e enfrentar adversárias mais fortes do que eu", disse.

O bom desempenho de Vitória ajudou o Esporte Clube Pinheiros a conquistar o heptacampeonato no Troféu Brasil e manter sua hegemonia no atletismo nacional. O clube paulista somou 435 pontos, sendo também campeão no masculino (195,5) e feminino (239,5), ficando à frente da Orcampi, que obteve 167 pontos na classificação geral, apenas um a mais que a UCA, de Santa Catarina, que fechou na terceira posição.

"Mais uma vez quebramos paradigmas, ousamos pegar o caminho não o mais fácil, mas o que precisava ser pego - o de trazer mais uma vez o atletismo para o Estádio Olímpico -, e os resultados apareceram. Foi um esforço hercúleo, até porque desde 2009 não havia uma competição aqui, mas estamos satisfeitos com os resultados e a grandiosidade do evento. Colocamos o atletismo na dimensão que ele deveria tomar e o reconhecimento dos parceiros é gratificante", disse Wlamir Motta Campos, presidente do Conselho de Administração da CBAt.

No total, o Troféu Brasil contou com a participação de 755 atletas inscritos, de 123 clubes, representando 22 Estados e o Distrito Federal. Além disso, os seis primeiros colocados de cada prova receberam um plano de saúde da NewOn, totalizando 228 planos. Os profissionais médicos e fisioterapeutas atenderam 250 atletas, num total de 400 atendimentos nos quatro dias de competições.