Esportes

Vila Nova e Ponte Preta empatam e permanecem na zona de rebaixamento da Série B

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Em um resultado que não foi bom para ninguém, Vila Nova e Ponte Preta empataram por 1 a 1, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Lucca e Rubens marcaram os gols do jogo logo no início do primeiro tempo.

continua após publicidade

Este foi o décimo jogo sem vitória do Vila Nova na temporada, que segue amargando a última posição, agora com 12 pontos ganhos. Já a Ponte Preta chegou ao quarto jogo sem vencer e é a 18º colocada, com 14 pontos. Ou seja, ambos seguem amargando a zona de rebaixamento.

Dois dos piores ataques da Série B, Vila Nova e Ponte Preta fizeram um início de jogo eletrizante. Aos seis minutos, o goleiro Tony saiu jogando errado e perdeu a bola para o atacante Lucca, que dominou e finalizou para o gol aberto, colocando os visitantes na frente do placar.

continua após publicidade

Só que a Ponte Preta não aproveitou a vantagem e três minutos depois viu Diego Tavares cruzar da direita e Fessin, de forma infantil, cortar a bola com o braço direito. Pênalti marcado e convertido aos 11 minutos pelo centroavante Rubens, que não marcava gol desde o mês de março.

Com a partida em igualdade, a Ponte Preta esteve mais organizada em campo, enquanto o Vila Nova apostou nos contra-ataques pelo lado direito. Antes do intervalo, os visitantes quase marcaram o segundo gol. Aos 46, Lucca cobrou falta e obrigou o goleiro Tony defender no canto esquerdo.

No segundo tempo o Vila Nova voltou melhor e esteve mais próximo do segundo gol. Aos 17 minutos, Rafael Donato aproveitou chutão da defesa e finalizou para defesa de Caíque França. Depois, aos 19, foi a vez de Diego Tavares arriscar de longe e acertar a trave esquerda do goleiro ponte-pretano.

continua após publicidade

Sem nenhum chute ao gol no segundo tempo, a Ponte Preta se segurou como pôde na defesa. Aos 26 minutos, após cobrança de falta, Rafael Donato cabeceou e o goleiro Caíque França se esticou todo para fazer a defesa. Em seguida o lance foi anulado, pois o zagueiro estava em posição de impedimento.

Demorou, mas aos 39 minutos a Ponte Preta finalizou pela primeira vez no segundo tempo. Lucca recebeu na intermediária e finalizou forte para a defesa em dois tempos do goleiro Tony. Mas o Vila Nova seguiu melhor e criou mais duas chances com Daniel Amorim e Pablo, contudo, longe do alvo.

O Vila Nova volta a campo na sexta-feira para enfrentar o Cruzeiro, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte. Enquanto a Ponte Preta jogará no domingo, quando receberá o Tombense, às 11 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 1 X 1 PONTE PRETA

continua após publicidade

VILA NOVA - Tony; Alex Silva, Rafael Donato, Alisson Cassiano e Willian Formiga (Jefferson); Ralf (Romário), Pablo (João Lucas) e Matheuzinho; Diego Tavares (Marlone), Rubens (Daniel Amorim) e Pablo Dyego. Técnico: Pedro Gama (auxiliar).

PONTE PRETA - Caíque França; Fábio Sanches, Thiago Oliveira e Douglas Mendes; Norberto (Igor Formiga), Felipe Amaral, Wallisson (Wesley Fraga), Fessin (Echaporã) e Artur; Nicolas (Da Silva) e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Lucca, aos 6; e Rubens, aos 11 minutos do primeiro tempo.

continua após publicidade

ÁRBITRO - Antônio Dib Moraes de Sousa (PI).

CARTÕES AMARELOS - Alex Silva e Ralf (Vila Nova); Fábio Sanches, Felipe Amaral e Wallysson (Ponte Preta).

PÚBLICO - 1.523 pagantes.

RENDA - R$ 12.555,00.

LOCAL - Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO).