Esportes

Versátil no Palmeiras, Danilo sonha com uma vaga na seleção para a Copa do Mundo

Da Redação ·

Em entrevista ao TNT Sports, quarta-feira, após a vitória do Real Madrid sobre o Paris Saint-Germain, pela Liga dos Campeões, o técnico Tite afirmou que a versatilidade do atleta será um ponto essencial para estar na lista dos convocados para integrar a seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar. Um dos principais jogadores do Palmeiras, Danilo, dono de bom desempenho na ala direita e em todos os setores do meio de campo, é um bom nome da nova geração que pode ficar como opção para cobrir uma eventual ausência dos preferidos Casemiro e Fabinho. O jogador palmeirense falou de sua ansiedade e do sonho de poder disputar um Mundial.

continua após publicidade

"Jogar pela sua seleção é sempre difícil, e quem joga precisa estar preparado. Acho que o Tite vai poder chamar os melhores para se tornar campeão mundial. Claro que, se necessário, estarei lá", disse Danilo, em entrevista ao site da Fifa. Ele ficou com a Bola de Bronze no Mundial de Clubes, no qual o Palmeiras perdeu a final para o Chelsea, nos Emirados Árabes, superando N'Golo Kante, Jorginho e Mateo Kovacic, todos da equipe inglesa.

"Foi muito importante, não só para mim, mas também para o clube. É uma motivação adicional, mas é preciso manter os pés no chão para continuar o trabalho", disse o atleta palmeirense, demonstrando maturidade para encarar as grandes competições. "Antes de entrar em campo é tudo novo, ver pessoas que ganharam a Liga dos Campeões ou a Copa do Mundo", afirmou. "Mas uma vez que você começa a jogar, tudo isso muda e todos respeitam seus adversários. Eu acho que com o progresso que estou fazendo, se eu puder continuar no mesmo caminho, com a mesma intensidade, mentalidade e inteligência, então eu vou ser capaz de competir com eles, seja como adversários ou companheiros de equipe. Conhecendo minha qualidade e potencial, acredito que posso alcançar o mesmo nível."

continua após publicidade

Al´me da versatilidade, Danilo também demonstra ser decisivo em momentos importantes, como no segundo jogo da Recopa Sul-Americana, quando fez um dos gols na vitória do Palmeiras, por 2 a 0, sobre o Athletico-PR, no Allianz Parque. "Comecei atuando mais como meio-campista defensivo, mas ganhei liberdade no segundo tempo, quando consegui marcar o gol. O mais importante é conseguir ajudar a equipe."