Esportes

Vasco vence o Criciúma, quebra jejum e continua atrás da liderança

O Vasco encerrou o jejum de dois jogos sem vitória ao bater o Criciúma por 1 a 0

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Destaque para o público de 19.219 torcedores, recorde estadual nesta temporada
fonte: Vasco
Destaque para o público de 19.219 torcedores, recorde estadual nesta temporada

O Vasco encerrou o jejum de dois jogos sem vitória ao bater o Criciúma por 1 a 0, neste sábado à tarde, no estádio Heriberto Hulse pela 17.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time carioca se mantém na vice-liderança, com 34 pontos, quatro a menos do que o líder Cruzeiro, com 38. O time catarinense, por sua vez, segue com 23 pontos, porém perde duas posições, caindo de quinto para o sétimo lugar. Destaque para o público de 19.219 torcedores, recorde estadual nesta temporada, superando a marca de 15.230 torcedores de Avaí e Palmeiras pelo Brasileirão.

continua após publicidade

Vasco teve um pênalti a seu favor logo aos quatro minutos de jogo, quando Andrey Santos tentou cruzar a e bola tocou na mão de Kadu, dentro da área. O VAR convocou o árbitro Leandro Pedro Vuaden (RS), que confirmou o pênalti. Na cobrança, Raniel foi tranquilo para a bola, esperou o goleiro Gustavo cair do lado direito e bateu devagar do outro lado aos oito minutos.

Atrás no placar, o Criciúma se viu obrigado e mudar seu estilo e ir mais ao ataque. Mas encontrou a defesa vascaína bem armada e bem protegida, sem dar chances ao adversário. De outro lado, nos contra-ataques, o Vasco passou a usar bem os contra-ataques e criou várias chances. A melhor delas aos 26 minutos, quando o zagueiro Rodrigo se atrapalhou e a bola ficou com Raniel. O atacante invadiu a área pelo lado esquerdo e finalizou em cima de Gustavo, que saiu rápido do gol para fazer o bloqueio.

continua após publicidade

A única chance real do time catarinense aconteceu já no final, aos 42 minutos. Após levantamento na área, Marquinhos Gabriel ajeitou de cabeça e Caio Dantas raspou, também de cabeça, para a boa defesa de Thiago Rodrigues, que estava bem colocado.

Quando o segundo tempo iria começar, o árbitro gaúcho percebeu que seria necessário acender os refletores. Esta falha dele e da administração do estádio atrasaram o início do jogo por dez minutos. O Criciúma voltou com duas mudanças. Claudinho no lugar de Cristovam e Rômulo no meio-campo no lugar de Léo Costa. Além disso, voltou com apetite ofensivo, empurrando o Vasco para seu campo de defesa. Apesar do maior volume e posse de bola, o Criciúma não conseguia fazer as infiltrações, nem mesmo finalizar com perigo.

Demorou para o Vasco começar a aproveitar os contra-ataques. Aos 26 minutos, quase ampliou com Andrey Santos, um dos destaques em campo. Dentro da área, ele chutou de esquerda e a bola, caprichosa, resvalou no pé da trave e saiu.

continua após publicidade

A parte final do jogo foi de pressão do Criciúma, mas de forma desorganizada, mas na base da disposição. Exagerou nos levantamentos em direção à área, valorizando as atuações do zagueiro Anderson Conceição e do goleiro Thiago Rodrigues. Este, inclusive, garantiu o empate aos 47 minutos quando saltou no ângulo para espalmar a cabeçada de Rômulo.

Na 18.ª rodada, o Vasco vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis (MA) no dia 16 (sábado). Depois encerra o turno, em casa, diante do Ituano no dia 19 (terça-feira). Nas mesmas datas, o Criciúma vai receber a Ponte Preta e depois vai sair diante do Tombense.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

CRICIÚMA 0 X 1 VASCO

CRICIÚMA - Gustavo; Cristovam (Claudinho), Rodrigo, Kadu e Marcelo Hermes (Hélder); Léo Costa (Rômulo), Arilson, Lucas Xavier (Lohan) e Marquinhos Gabriel; Felipe Mateus (Renan Bressan) e Caio Dantas. Técnico: Claudio Tencati.

continua após publicidade

VASCO - Thiago Rodrigues; Léo Matos, Quintero, Anderson Conceição e Riquelme (Luiz Henrique); Yuri Lara, Andrey Santos (Zé Gabriel) e Palacios (Matheus Barbosa); Figueiredo (Zé Santos), Raniel (Getúlio) e Erick. Técnico: Maurício Souza.

GOL - Raniel, pênalti, aos 8 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS Marcelo Hermes (Criciúma). Figueiredo, Andrey Santos e Thiago Rodrigues (Vasco).

RENDA R$ 668.480,00

PÚBLICO 19.219 torcedores

LOCAL - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News