Esportes

Vasco perde para o Avaí em Florianópolis e vê G-4 da Série B mais distante

Da Redação ·

Em nova atuação sem brilho e com muitos erros defensivos, o Vasco visitou o Avaí e perdeu por 3 a 1, nesta segunda-feira à noite, na Ressacada, em Florianópolis (SC), na abertura da 23.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

continua após publicidade

O Vasco chegou ao segundo jogo sem vitória no campeonato, já que vinha de empate com o Brasil de Pelotas (1 a 1, em casa). Com o resultado, o time carioca estacionou nos 32 pontos e, em nono lugar, deve perder posições na sequência da rodada.

Já o Avaí subiu na classificação e aparece em quinto lugar, com 37 pontos. Um ponto atrás do Goiás (4.º), mas que ainda entrará em campo, na terça-feira, contra o Cruzeiro.

continua após publicidade

Os 45 minutos iniciais foram bastante movimentados. Os dois times priorizaram a marcação, mas também balançaram as redes. Logo aos 11 minutos, Copete lançou Getúlio, o atacante ganhou da marcação, driblou Vanderlei e finalizou para abrir o placar.

O Vasco não se desesperou e, aos 26, finalmente conseguiu trocar passes até a área do Avaí. German Cano foi lançado pelo lado direito, invadiu a área e tocou de lado para Morato, sem marcação, empurrar para o gol. O VAR demorou três minutos para revisar e depois validar o gol.

O confronto seguiu equilibrado e com as oportunidades sendo criadas em lances pontuais. Aos 38, Bruno Silva saiu jogando errado, Morato dominou e tocou para Léo Jabá. O atacante, desajeitado, finalizou em cima do goleiro Glédson, desperdiçando a chance de virar o placar.

continua após publicidade

No segundo tempo, o Avaí voltou com postura mais ofensiva e logo aos dois minutos fez o segundo gol. Edílson cobrou falta e cruzou na área, Getúlio ajeitou de cabeça e Bruno Silva encheu o pé dentro da pequena área, em nova pane defensiva do Vasco, algo frequente na campanha dos cariocas na Série B. O goleiro Vanderlei, porém, errou na formação da barreira, com cinco jogadores e um sexto deitado atrás para evitar um possível chute rasteiro.

O Vasco seguiu com dificuldades na criação, mas ainda assim quase empatou. Aos 16, Léo Matos lançou Marquinhos Gabriel na área, ele driblou a marcação e finalizou em cima do goleiro Glédson, que fez ótima defesa. Aos 27, Caio Lopes também assustou em cabeceio, mas o goleiro avaiano novamente fez boa defesa e evitou o empate.

Mas ao mesmo tempo em que se lançou ao ataque, o Vasco deixou espaços na defesa e viu o Avaí liquidar o confronto. Aos 36 minutos, Copete partiu em velocidade e finalizou na trave. A bola voltou para o meio da área e Jonathan chutou para o gol. A bola ainda bateu no goleiro Vanderlei antes de entrar.

continua após publicidade

Com a desvantagem ainda maior, os minutos finais foram de um Vasco desorganizado e uma defesa do Avaí bem postada para garantir a importante vitória na luta pelo acesso.

O Avaí volta a campo na quinta-feira, dia 16, para visitar o Remo, às 21h30, no estádio Baenão, em Belém (PA). Já o Vasco, no mesmo dia, mas às 19 horas, visitará o CRB, no Rei Pelé, em Maceió (AL).

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 3 x 1 VASCO

AVAÍ - Glédson; Edilson, Betão, Fagner Alemão e João Lucas (Rafael Pereira); Bruno Silva, Marcos Serrato (Wesley Soares) e Jean Cléber (Jonathan); Vinícius Leite, Getúlio (Rômulo) e Copete (Diego Renan). Técnico: Marquinhos Santos.

continua após publicidade

VASCO - Vanderlei; Léo Matos, Miranda, Leandro Castán e Zeca; Romulo (Daniel Amorim), Andrey (Caio Lopes) e Marquinhos Gabriel (Galarza); Léo Jabá, German Cano e Morato. Técnico: Lisca.

GOLS - Getúlio, aos 11, e Morato, aos 26 minutos do primeiro tempo. Bruno Silva, aos 2, e Jonathan, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Miranda e Leandro Castán (Vasco).

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior (PR).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).