Esportes

Tuchel quer tempo de descanso no Chelsea, possível rival do Palmeiras no Mundial

Da Redação ·

A pouco menos de um mês para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, nos Emirados Árabes Unidos, que terá a presença do Palmeiras, o sinal de alerta está ligado no Chelsea. Campeão da última edição da Liga dos Campeões da Europa, o clube inglês tem tido um início de 2022 bastante agitado e de calendário cheio. Com partidas do Campeonato Inglês e das copas locais (Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa) acontecendo semanalmente, o desgaste físico e mental dos atletas está tendo consequências em campo.

continua após publicidade

Na última terça-feira, o Chelsea não passou de um empate por 1 a 1 com o Brighton, fora de casa, em jogo adiantado do Campeonato Inglês justamente por conta do Mundial. A equipe de Londres acumulou a quarta partida sem vitória, o que fez com que o técnico alemão Thomas Tuchel enviasse um recado direto sobre o cansaço do elenco neste momento crucial da temporada.

"Eles precisam muito (de folga na quarta e na quinta-feira). Tem sido assim desde novembro, somos um time que joga e joga e joga. Precisamos nos desconectar, esse é o meu sentimento. Precisamos dar aos jogadores dois dias de folga. Não há outra solução. Estávamos mentalmente cansados e fisicamente cansados, disse o treinador, eleito o melhor do mundo na premiação do The Best, da Fifa, na última segunda-feira.

continua após publicidade

"Não é apenas jogar, mas sim viajar e dormir. Não alcançamos nosso potencial inteiro e queremos fazer melhor. Mas precisamos aceitar que há um certo nível de fadiga", completou Tuchel. O Chelsea volta a jogar neste domingo, quando recebe o Tottenham, pelo Campeonato Inglês, no estádio Stamford Bridge, em Londres.

Em um período de aproximadamente dois meses, o Chelsea entrou em campo 20 vezes, somando jogos de quatro competições: Campeonato Inglês, Copa da Liga Inglesa, Copa da Inglaterra e Liga dos Campeões. Somente no mês de dezembro foram nove partidas e, desde a virada do ano, já entrou em campo outras seis vezes. A quantidade de compromissos da equipe aumentou de maneira considerável entre o final do ano passado e o início de 2022.

Nas últimas semanas, além das partidas em si, o Chelsea viveu um turbilhão de emoções com a crise envolvendo o centroavante belga Romelu Lukaku, que fez críticas públicas a Tuchel e relembrou os tempos de Internazionale e os casos de covid-19 no elenco, além das lesões sérias de Ben Chilwell e Reece James.

A estreia do Chelsea no Mundial de Clubes acontecerá no dia 9 de fevereiro. Os ingleses aguardam quem será o classificado do duelo entre Al-Hilal, da Arábia Saudita, e o vencedor do confronto entre Al Jazira (Emirados Árabes Unidos) e Pirae (Taiti). Do outro lado da chave, o Palmeiras, representante da América do Sul, encara o Al-Ahly (Egito) ou o Monterrey (México), um dia antes.