Esportes

Tiago Volpi aposta no São Paulo 'cascudo' em mata-matas por vantagem sobre Vasco

Da Redação ·

Tiago Volpi levou cinco gols do Flamengo, domingo, algo que incomoda qualquer goleiro e tumultua ambientes. Na visão do goleiro, porém, a dura derrota sofrida diante dos cariocas, por 5 a 1, no Brasileirão, não mexerá com os ânimos do São Paulo diante do Vasco, na abertura das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Morumbi. Ele aposta no time "cascudo" em mata-matas para a criação de um bom resultado para a volta, daqui uma semana.

continua após publicidade

O goleiro não esconde que a competição é semelhante ao Brasileirão por causa do nível dos adversários, mas vê o São Paulo bastante motivado e embalado quando se trata de jogos de ida e volta, eliminatórios. Hernán Crespo ainda não perdeu neste estilo de jogo e o clube acredita em novo triunfo e avanço.

"É uma competição semelhante ao Brasileiro, com diferença de ser com mata-matas, nos quais a gente criou uma certa casca para esse tipo de jogos, começando pelo Paulista, que o time bateu campeão", afirma Volpi. "Jogando mata-mata, ainda temos a Libertadores, e a gente vem conseguindo alcançar os objetivos, nos classificando. Agora é a Copa do Brasil. E esperamos continuar seguindo adiante. Sabemos que é um jogo difícil, mas nossa equipe vem se destacando em jogos de mata-mata."

continua após publicidade

Volpi garante não existir pressão sobre o São Paulo pelo fato de vir de goleada sofrida e também por jamais ter erguido a taça da competição. O máximo que conseguiu foi um vice diante do Cruzeiro. Ano passado parou nas semifinais diante do Grêmio. A campanha de 2020, curiosamente, servirá para melhorar o desempenho agora.

"Temos boas recordações do ano passado, a classificação na pênaltis sobre o Fortaleza, depois as vitórias sobre o Flamengo... Avançamos até a semifinal, não alcançamos o objetivo final que era ser campeão, mas tivemos uma boa campanha, que serve de lição e aprendizado para esse ano, para chegarmos mais longe e quem sabe até ganhar o título", prevê Volpi.

O fato de o gol como visitante não ter peso de desempate, servirá para o São Paulo arriscar mais no Morumbi, bem diferente da Libertadores, quando o time foi mais precavido ao abrir as oitavas contra o Racing, em casa. "Na Copa do Brasil o gol como visitante não conta (como desempate), então te dá uma tranquilidade para fazer o primeiro jogo em casa", diz o goleiro. "Será um clássico do futebol brasileiro e a gente tem de tratar de aproveitar a força do Morumbi, onde estamos acostumados a jogar, mesmo sem a presença da nossa torcida, para levar um bom resultado ao Rio."