Esportes

Thiago Wild perde para sérvio pela segunda vez seguida e cai no ATP 250 de Gstaad

Da Redação ·

Assim como na semana passada no ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha, o tenista sérvio Laslo Djere foi o algoz do brasileiro Thiago Wild no ATP 250 de Gstaad, também em quadras de saibro, na Suíça. O cabeça de chave número 7 não deu muitas chances e venceu novamente por 2 sets a 0 - anotando as parciais de 6/4 e 6/3, após 1 hora e 19 minutos.

continua após publicidade

O saque do sérvio fez a diferença na partida, apesar de ter colocado apenas 52% das primeiras bolas em quadra. Com elas, Djere venceu 85% dos pontos disputados e fechou o jogo no total com 74% de aproveitamento nos serviços, contra 56% do rival brasileiro, que levou a melhor apenas no número de aces (3 a 2), mas em contrapartida cometeu mais duplas faltas (2 a 0).

Na segunda rodada, o sérvio de 25 anos e atual número 52 do mundo cruzará com o belga Zizou Bergs, 212.º colocado do ranking da ATP, que superou duelo de qualis na estreia contra o alemão Oscar Otte. O vencedor pode encarar nas quartas de final o espanhol Roberto Bautista Agut, que espera quem passar no duelo entre o francês Arthur Rinderknech e o suíço Dominic Stricker.

continua após publicidade

Cabeça de chave número 5, o argentino Federico Delbonis fez valer o favoritismo na estreia e derrotou o convidado local Leandro Riedi em sets diretos, gastando 1 hora e 15 minutos para derrubar o atual 638 do mundo com um duplo 6/3.

Na segunda rodada, Delbonis medirá forças com o francês Hugo Gaston, que já encarou um argentino na estreia, eliminando Juan Manuel Cerundolo também por 2 sets a 0, com o placar final de 6/4 e 6/2. Será a primeira vez que os dois medirão forças pelo circuito profissional.

Terceiro pré-classificado e outro que sai avançado na chave, o norueguês Casper Ruud conheceu nesta terça-feira o seu primeiro oponente no torneio. Ele estreará em Gstaad contra o austríaco Dennis Novak, algoz do "lucky-loser" polonês Kacper Zuk com vitória em duplo 6/4.

continua após publicidade

BELLUCCI - A participação de Thomaz Bellucci no Challenger de Pozoblanco, na Espanha, durou apenas uma partida. Único brasileiro no torneio disputado em quadras de piso duro, Bellucci foi superado nesta terça-feira pelo italiano Matteo Viola, 262.º do ranking, por 6/1 e 6/3.

Bellucci tem apenas duas vitórias na temporada 2021, sendo uma no qualificatório para o ATP 250 de Santiago, no Chile, e outra no ITF M15 de Champaign, nos Estados Unidos, no menor nível do tênis profissional.

Este é o quarto challenger que ele tenta e cai na estreia, além de ter entrado direto no ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, e perdido um duelo nacional para Thiago Monteiro em janeiro. Atualmente com 33 anos, o paulista de Tietê ocupa o 322.º lugar do ranking.