Esportes

Tenista Manolo Santana morre aos 83 anos

Um dos principais tenistas da Espanha, Manolo Santana liderou o ranking da ATP em 1965

Da Redação ·
Manolo Santana e Rafael Nadal
fonte: Reprodução/Instagram
Manolo Santana e Rafael Nadal

Medalhista de ouro nas Olimpíadas do México de 1968 e ex-número número 1 do mundo, o tenista Manolo Santana morreu, neste sábado, em Malbella, na Espanha, aos 83 anos. Ele vinha sofrendo de uma doença degenerativa.

continua após publicidade

Um dos principais tenistas da Espanha, Manolo Santana liderou o ranking da ATP em 1965, três anos antes de conquistar a medalha de ouro olímpica no México. Conquistou também quatro títulos de Grand Slam, dois de Roland Garros, um US Open e um de Wimbledon, em 1966.

Nas duplas, levantou o título de Roland Garros em 1963. As grandes atuações lhe renderam o direito de ser um dos representantes da Espanha na Copa Davis e uma vaga no Hall da Fama do tênis em 1984.

continua após publicidade

O também espanhol Rafael Nadal, número 6 do ranking da ATP, usou as redes sociais para dar a notícia e se despedir de uma de suas referências no esporte.

"Acabo de receber a terrível notícia do falecimento do nosso grande Manolo Santana. Como já disse muitas vezes no passado: muito obrigado por tudo o que fez pelo nosso país e por marcar o caminho de tantos. Você sempre foi uma referência, um amigo e uma pessoa próxima de todos. Sentiremos sua falta, Manolo; você sempre será único e especial. Saudações a sua família e muita força neste momento. Jamais iremos te esquecer!", postou Nadal

Líder do Campeonato Espanhol de futebol, o Real Madrid também prestou condolências a Manolo Santana. "Real Madrid lamenta profundamente o falecimento de Manolo Santana, uma das grandes lendas do tênis, vencedor de 4 Grand Slam, entre outros muitos títulos. O Real Madrid quer expressar as suas condolências e o seu carinho e afeto a todos os seus familiares e entes queridos. Manolo Santana é um dos maiores tenistas de todos os tempos, além de ser um torcedor do Real Madrid apaixonado e fiel representante dos nossos valores durante toda a sua carreira. O seu fanatismo levou-o a conquistar Wimbledon em 1966 com a camisola do Real Madrid, convertendo-se no primeiro tenista espanhol que venceu este Grand Slam. Manolo Santana faleceu aos 83 anos de idade. Descanse em paz", publicou.

Tags relacionadas: #Esporte #Luto #tênis