Esportes

Taxas de juros abrem em baixa com alívio externo, mas reduzem movimento com dólar

Da Redação ·

Os juros futuros abriram em queda na manhã desta terça-feira, acompanhando o dólar e a melhora no exterior diante da notícia de que algumas das tropas russas vão sair da fronteira com a Ucrânia, diminuindo o temor de uma invasão a qualquer momento.

continua após publicidade

O movimento, no entanto, se atenuou conforme o dólar reduziu a queda. E investidores estão em compasso de espera pelo leilão de NTN-B e LFT (11h). O IGP-10 de janeiro dentro do esperado fica em segundo plano.

Às 9h22, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 caía para máxima de 11,32%, de 11,36% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2025 recuava para máxima de 11,43%, de 11,48%, e o para janeiro de 2023 cedia para 12,425%, de 12,488% no ajuste anterior. O dólar à vista caía 0,07%, a R$ 5,2148.