Esportes

Swiatek arrasa em Varsóvia e segue invicta no saibro no ano; Pigossi busca virada

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Iga Swiatek somou nesta quarta-feira seu 17° triunfo seguido em quadras de saibro na temporada. Campeã em Stuttgart, Roma e Roland Garros, a número 1 do mundo ainda não perdeu na terra batida em 2022. A estreia na quadra central do WTA 250 de Varsóvia foi de maneira arrasadora. A polonesa arrasou com a amiga e compatriota Magdalena Frech, com impiedoso 6/1 e 6/2.

continua após publicidade

Swiatek agora soma impressionantes 59 sets vencidos por 6/0, 6/1 ou 6/2 no ano. Ele disputou 113 no ano e quer fazer bonito jogando em casa. O jogo marcou sua volta às quadras após ser surpreendida em Wimbledon, perdendo a série invicta de 37 partidas.

"Com certeza jogar em sua cidade natal, com todo esse público, é extraordinário", festejou Swiatek. "Eu não tive a chance de jogar muitos torneios na Polônia, então com certeza eu precisava de foco e determinação extra para vir aqui e ficar calma e não deixar minha cabeça pensar em outras coisas."

continua após publicidade

Foram somente 75 minutos de jogo contra Frech, em jogo sem nenhuma ameaça e com quatro quebras do serviço da rival - duas em cada set. Nas oitavas ela terá pela frente a romena Gabriela Lee, nesta quinta-feira.

"Estou feliz por ter sido sólida hoje, porque Magda não é uma adversária fácil. Desde o início eu queria pressioná-la e fiz isso muito bem. Tenho certeza de que com nossos estilos o resultado pode ser diferente em diferentes superfícies, por exemplo, grama. Mas aqui não tive problemas em voltar com meus topspins."

LAURA PIGOSSI BUSCA VIRADA

continua após publicidade

A vitória de Laura Pigossi em Varsóvia nesta quarta-feira não foi nada fácil. Ela teve de lutar muita para superar a argentina Nadia Podoroska, por 3/6, 6/0 e 6/4. A próxima rival da brasileira será a romena Ana Bogdan, que surpreendeu a espanhola Nuria Diaz.

"Foi um jogo bem duro, conheço ela desde pequena, ela me conhece muito bem, eu a conheço muito bem, então fica aquele jogo de xadrez do que qualquer outra coisa, sempre uma antecipando o que a outra irá fazer", disse Laura. "Primeiro set ela dominou bastante, eu não consegui jogar da maneira que gostaria taticamente e no segundo consegui me impor mais, mostrei presença. Em um momento ela estava mais acuada. No terceiro ela se soltou depois que abri 2 a 0 e daí foi bem duro, foi no detalhe, fui bem nos momentos importantes".

Laura só volta a jogar simples na sexta-feira. Nesta quinta ela joga nas duplas com a venezuelana Andrea Gamiz. Enfrentam a dupla polonesa Kamarzyna Kawa e Alicja Rosolska, cabeças de chave 2.