Esportes

STJD converte pena de Marinho por expulsão na Copa do Brasil em multa

Da Redação ·

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, Otávio Noronha, deferiu nesta sexta-feira o pedido do Santos para conversão da pena de uma partida imposta ao atacante Marinho por ter sido expulso contra o Ceará em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil por uma ação social. O atleta deverá pagar multa de R$ 7,5 mil a ong Mamas do Amor, instituição escolhida pelo STJD do Futebol.

continua após publicidade

"O §1º do artigo 171 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) permite que o Presidente do Órgão Judicante converta a pena de suspensão em medida de interesse social, quando não é possível o seu cumprimento na mesma competição em que se deu o ato infracional."

Em 4 de novembro, na derrota por 1 a 0 para o Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza, Marinho foi expulso após a partida e xingou o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden, que relatou tudo na súmula.

continua após publicidade

Naquela partida, Marinho, um dos principais jogadores santistas, não teve boa atuação, ao contrário do ocorrido na quarta-feira passada, quando o time de Vila Belmiro venceu o Grêmio, por 4 a 1,m na Vila Belmiro, e garantiu vaga nas semifinais da Copa Libertadores. O atacante foi o autor de um dos gols.