Esportes

Sport empata com o lanterna Vila Nova e torcida se revolta contra Lisca

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Sport emperrou na retranca do Vila Nova-GO e apenas empatou sem gols nesta segunda-feira à noite, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), na abertura da 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Este inesperado tropeço do quinto colocado, com 27 pontos, diante do lanterna da competição, com 14 pontos e 13 jogos sem vencer, foi canalizado pela torcida em cima do técnico Lisca. Acontece que antes do jogo vazou a informação de que ele já teria tudo acertado para assumir o comando técnico do Santos.

continua após publicidade

A torcida não perdoou a suposta ingratidão de Lisca Doido. Ele foi vaiado antes, durante e depois do jogo. Foi muito mais do que uma simples vaia, mas de xingamentos pesados, além dos já costumeiros gritos de mercenário, safado, sem vergonha. Uma situação inimaginável há nove dias, quando Lisca até subiu no alambrado para festejar com a torcida a vitória do Sport sobre o Londrina, por 2 a 0.

Um dia herói, outro dia vilão. Do amor ao ódio. Antes do jogo, o personagem da noite tentou adiar o fato consumado. "Eu estou focado somente no jogo do Sport. Seria até falta de profissionalismo falar agora sobre essa situação. Mas depois do jogo a gente fala", prometeu. Certamente ele pensava que o Sport venceria o frágil adversário, mas estava errado.

continua após publicidade

No final do jogo, constrangido, de cabeça baixa, ele evitou deixar o gramado. Ficou no meio de campo, próximo dos jogadores, cumprimentando a todos além do habitual. Esperou o momento em que a maioria dos jogadores deixou o campo para entrar no túnel debaixo da fúria da torcida. Independente da sua explicação nos vestiários, não existe mais clima para a continuidade de seu trabalho no clube.

O primeiro tempo foi todo do Sport, que literalmente amassou o Vila Nova-GO em seu campo defensivo. Inicialmente assustou com um chute de fora da área de Sabino, que o goleiro Tony espalmou com um tapinha na bola aos nove minutos. Aos 19 minutos, Juba entrou sozinho na área pelo lado esquerdo e chutou em goleiro Tony, que aliviou com a perna para escanteio. A melhor chance, porém, aconteceu aos 34 minutos, Vanegas deu um corte seco num marcador e chutou no alto. A bola tocou no travessão e saiu de lado.

O zero a zero parcial deixou a torcida na bronca. Ela descontou em cima do técnico Lisca, chamado de mercenário e xingado por suposto acerto com o Santos. Ele levantou os braços e tentou sinalizar que não entendia o motivo de tanta ira. Este clima tenso parece ter contagiado o time do Sport nos primeiros minutos, com certo nervosismo.

continua após publicidade

Aos 18 minutos, Paulinho cabeceou após rebote da defesa e o lateral Alex Silva salvou quase em cima da linha de gol. O Vila Nova seguia apenas se defendendo, sem mesmo tentar algum contra-ataque. Mas o tempo foi passando e o Sport também diminuiu a sua intensidade, mesmo tendo quase 70% de posse de bola, não conseguia finalizar com perigo. O jogo foi até os 52 minutos, porém, o placar não foi movimentado.

Na 20.ª rodada, o Sport vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis (MA), às 21h30 do dia 22 (sexta-feira). No sábado (23), o Vila Nova vai receber o Vasco, em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

SPORT 0 X 0 VILA NOVA-GO

SPORT Maílson; Ezequiel (Dener), Rafael Thyere (Fábio Alemão), Sabino e Sander; Fabinho, Ronaldo Henrique, Blas Cáceres (Paulinho) e Thiago Lopes (Jaderson); Luciano Juba e Vanegas. Técnico: Lisca.

continua após publicidade

VILA NOVA-GO - Tony; Alex Silva, Rafael Donato, Renato e Willian Formiga; Ralf, Arthur Rezende (Marlone) e Romário (Rafinha); Pablo Dyego, Riquelme (Rubens) e Diego Tavares (Matheuzinho). Técnico: Allan Aal.

ÁRBITRO - Maguielson Lima Barbosa (DF)

CARTÕES AMARELOS Ezequiel e Ronaldo Henrique (Sport). Arthur Rezende, Romário, Pablo Dyego Rubens (Vila Nova).

RENDA- R$ 375.580,00

PÚBLICO - 15.518 torcedores

LOCAL - Ilha do Retiro, em Recife (PE).