Esportes

Sob ameaça da Red Bull, Leclerc lidera 1º treino livre do GP de Mônaco de F-1

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Sem surpresas, Ferrari e Red Bull dominaram o primeiro treino livre do GP de Mônaco de Fórmula 1, nesta sexta-feira. O mais veloz nas ruas de Montecarlo foi o piloto da casa Charles Leclerc, do time italiano, seguido de perto pelo mexicano Sergio Pérez, da Red Bull. Após empolgar na etapa passada, a Mercedes esteve longe das primeiras colocações.

continua após publicidade

Em uma sessão marcada pelo equilíbrio entre os quatro primeiros pilotos, Leclerc levou ligeira vantagem sobre os carros rivais. O anfitrião anotou 1min14s531, pouco à frente do 1min14s570 de Pérez. Carlos Sainz Jr., companheiro de Leclerc na Ferrari, registrou o terceiro melhor tempo: 1min14s601. Na cola, vem o holandês Max Verstappen, com 1min14s712.

A prova em Mônaco coloca frente à frente os dois líderes do campeonato. Atual campeão, Verstappen ocupa o primeiro lugar com apenas seis pontos de vantagem sobre Leclerc, que tentará usar a maior experiência na pista de rua de Montecarlo, onde mora. O monegasco, contudo, enfrenta a famosa "maldição" de nunca ter completado uma prova no local nas principais categorias do automobilismo, como a própria F-1 e a F-2, competição de acesso.

continua após publicidade

Nesta sexta, Leclerc mostrou consistência, mas teve dificuldades para abrir vantagem sobre os principais adversários. Menos de um segundo separaram o primeiro do 10º colocado nesta primeira sessão. Ao mesmo tempo, as equipes não costumam mostrar toda a potência dos carros no treino de abertura dos GPs.

Além de Ferrari e Red Bull, a McLaren mostrou bom ritmo nesta sexta. O britânico Lando Norris chegou a liderar a tabela de tempos, seguido pelo companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo. Norris terminou a sessão com o quinto melhor tempo (1min15s056), enquanto Ricciardo anotou o sétimo, com 1min15s157.

O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, registrou a sexta melhor marca, com 1min15s083. Já a Mercedes, surpreendente no GP da Espanha, no fim de semana passado, não passou do 8º posto, com o britânico George Russell - 1min15s211. Lewis Hamilton marcou o 10º tempo, com 1min15s499. O Top 10 teve ainda o alemão Sebastian Vettel, da Aston Martin, com a nona marca (1min15s387).

continua após publicidade

Numa sessão sem maiores incidentes, houve apenas uma bandeira vermelha, causada por Mick Schumacher. Sua Haas sofreu uma pane no meio da pista e precisou ser removida. O treino foi parado por menos de três minutos. O finlandês Valtteri Bottas sequer conseguiu completar uma volta registrada por conta de problemas técnicos em seu Alfa Romeo.

Os pilotos da Fórmula 1 voltam para a pista ainda nesta sexta, às 12 horas (de Brasília), para o segundo treino livre do GP de Mônaco. No sábado, a última sessão livre está marcada para as 8h. Três horas depois, será definido o grid de largada no treino classificatório. A corrida está marcada para as 10 horas de domingo.