Esportes

Simone Biles volta a competir e é bronze na trave em Tóquio

Fora das últimas cinco finais após a fase classificatória da ginástica artística, americana encerra sua participação em Tóquio com duas medalhas.

Da Redação ·
Simone Biles retornou para a prova de trave.
fonte: Lionel Bonaventure/AFP
Simone Biles retornou para a prova de trave.

Depois de ficar fora das finais por equipe, individual geral, salto, barras assimétricas e solo para cuidar de sua saúde mental, a ginasta Simone Biles conquistou, nesta terça-feira, a medalha de bronze na trave dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

continua após publicidade

A norte-americana recebeu a nota 14.000, enquanto a brasileira Flávia Saraiva ficou com 13.133, na sétima colocação. O ouro foi para a chinesa Chenchen Guan (14.633) e prata para sua compatriota Xijing Tang (14.233).

Biles se classificou para todas as quatro finais de aparelhos, mas optou por se retirar de todas, exceto a trave. Antes, ela já havia desistido da competição por equipes durante a disputa depois de se perder no ar e da final individual geral para se concentrar inteiramente em sua saúde mental.

continua após publicidade

Biles ganhou sua segunda medalha em Tóquio, já que, apesar de ter sido retirada da final após uma falha no salto, levou a prata na disputa por equipes. Ela ostenta ainda quatro ouros e um bronze conquistados na Olimpíada do Rio, em 2016.

Já Flávia estava feliz com seu desempenho, apesar dos três desequilíbrios, que a deixaram longe da disputa pelo pódio. "Eu sei que estou com sentimento de muita felicidade. Sei que foi muito difícil chegar aqui nessas Olimpíadas. Não foi só a entorse (no tornozelo), foram várias coisas que aconteceram este ano. Então eu me sinto já uma vitoriosa de estar aqui. Estou muito feliz pelos resultados que a Rebeca conquistou, que foram incríveis. Vai ajudar muito o reconhecimento da ginástica. Estar em uma segunda final olímpica, em um ano tão conturbado, é incrível."