Esportes

Sem muito esforço, Fluminense estreia com vitória na Copa Sul-Americana

Da Redação ·

Confiante após a conquista do título carioca sobre o rival Flamengo no fim de semana, o Fluminense estreou com boa vitória, por 3 a 0, sobre o Oriente Petrolero, nesta quarta-feira à noite, no Maracanã, em duelo válido pela primeira rodada do Grupo H da Copa sul-americana.

continua após publicidade

O Fluminense lidera a chave com três pontos, enquanto Junior de Barranquilla, da Colômbia, e Unión Santa Fe, da Argentina, que empataram, por 1 a 1, somam um ponto cada. O Oriente Petrolero ainda não pontuou. Apenas o primeiro colocado de cada grupo passa para as oitavas de final.

O Oriente Petrolero adotou uma marcação na saída de bola do Fluminense. Com isso, Paulo Henrique Ganso se aproximou dos zagueiros para auxiliar na saída de bola. Os velozes Arias e Cano se revezavam pelas pontas, mas as oportunidades foram poucas.

continua após publicidade

O ritmo do Fluminense era muito lento na troca de passes e na movimentação no ataque, dando a impressão de que poderia definir a vitória a qualquer momento. Aos 24 minutos, Manoel bobeou em um cruzamento na área e Ribera quase finalizou na meta de Fábio.

O lance fez o Fluminense acordar na partida. Aos 31 minutos, Cristiano, um dos jogadores mais incisivos do time carioca, aproveitou um rebote do goleiro Quiñónez para abrir o placar.

O segundo gol não demorou. Em jogada com a participação de todo o setor ofensivo, a bola chegou para Arias, pela ponta direita e o colombiano bateu firme para fazer 2 a 0, aos 31 minutos.

continua após publicidade

O domínio do Fluminense era grande, muito por causa da fragilidade do Oriente Petrolero. Essa superioridade fez o time de Abel Braga perder a concentração mais uma vez e Guaycochea forçou Fábio a fazer nova defesa.

A etapa final começou mais animada. As equipes se revezaram no ataque, enquanto Fábio fez boa defesa em chute de Carlos Roca, Ganso e Cano quase ampliaram a vantagem do Fluminense. A partir daí, a equipe brasileira passou a tocar a bola, com o comando de Ganso. A atitude do time foi aplaudida pela torcida.

Aos 24 minutos, Abel colocou Willian e Luiz Henrique para dar mais velocidade e deu certo. Os dois atacantes entraram ligados, criaram duas oportunidades e na terceira saiu mais um gol. Willian cruzou e Zazpe tocou de cabeça contra a própria meta: 3 a 0.

continua após publicidade

Com mais este gol, o Fluminense ficou satisfeito com a vantagem obtida, enquanto o Oriente Petrolero não teve forças para buscar pelo menos diminuir o prejuízo.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

FLUMINENSE 3 X 0 ORIENTE PETROLERO

FLUMINENSE - Fábio; David Duarte, Manoel (Luccas Claro) e David Braz; Samuel Xavier, André (Wellington), Yago Felipe, Ganso (Luiz Henrique) e Cristiano; Arias (Willian) e Cano (Fred). Técnico: Abel Braga.

ORIENTE PETROLERO - Quiñonez; Caire, Sebastián Álvarez, Zazpe e Carlos Roca (Marcelo Suárez); Mercado, Daniel Rojas (Ferddy Roca), Guaycochea (Miguel Ríos), Ribera (Héctor Sánchez) e Dorrego; Facundo Suárez (Sandoval). Técnico: Erwin Sánchez.

continua após publicidade

GOLS - Cristiano aos 31 e Arias aos 37 minutos do primeiro tempo. Zazpe (contra) aos 27 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jose Argote (VEN).

CARTÕES AMARELOS - Samuel Xavier, André e Mercado, Zazpe, Caire.

RENDA - não fornecida.

PÚBLICO - 20.500 presentes (18.950 pagantes).

LOCAL - Maracanã.