Esportes

Seleção treina com seis mudanças antes de enfrentar Paraguai pelas Eliminatórias

Da Redação ·

O Brasil vai a campo contra o Paraguai, nesta terça-feira, às 21h30, no Mineirão, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, com prováveis seis mudanças em relação ao time que empatou com o Equador por 1 a 1 na quinta-feira. Na manhã desta segunda-feira, o técnico Tite já havia sinalizado que faria mudanças no time titular.

continua após publicidade

No gol, Alisson será substituído por Ederson. As duas laterais também terão mudanças. Emerson Royal, expulso na última partida, dá vaga a Daniel Alves, enquanto Alex Sandro, que testou positivo para a covid-19, cede a posição para Alex Telles. Já no meio-campo, Casemiro e Fred saem para as entradas de Fabinho e Lucas Paquetá. Philippe Coutinho, que goza de prestígio com a comissão técnica, será mantido na equipe, assim como o trio de ataque formado por Raphinha, Vinícius Júnior e Matheus Cunha.

O Brasil deve ir a campo com Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Telles; Fabinho, Paquetá e Coutinho; Raphinha, Vinícius Júnior e Matheus Cunha. Dos onze nomes, três atuaram em menos de dez partidas pela seleção brasileira e ganham nova oportunidade na briga por vaga na Copa do Mundo: Alex Telles (quatro), Raphinha (seis) e Matheus Cunha (cinco)

continua após publicidade

Tite deve dar mais oportunidades a atletas pouco testados nas próximas partidas da seleção brasileira. Na zaga, pode testar Gabriel Magalhães, único entre os convocados que ainda não estreou pela seleção brasileira. Com Marquinhos, Thiago Silva e Eder Militão praticamente garantindo três das quatro vagas para o Mundial, a última segue em aberto.

A seleção brasileira é líder invicta das Eliminatórias, com 36 pontos, sendo 11 vitórias e três empates, com o ataque mais goleador (28) e a defesa menos vazada (5). Depois do Paraguai, o Brasil só retorna aos campos no dia 24 de março para enfrentar o Chile dentro de casa e encerra sua participação nas Eliminatórias no dia 29, fora de casa, contra a Bolívia.