São Paulo vence, mas gol do Lanús nos acréscimos elimina time da Sul-Americana - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

São Paulo vence, mas gol do Lanús nos acréscimos elimina time da Sul-Americana

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Se caminha com ótima campanha no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, o São Paulo mais uma vez se complicou e caiu em uma partida de mata-mata dentro do Morumbi. Com muitas falhas defensivas, o time teve a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana nas mãos. Em campo, chegou a jogar sem zagueiros para buscar o resultado e venceu o Lanús por 4 a 3, mas foi eliminado no critério do gol qualificado - o gol salvador do time argentino saiu aos 47 minutos do segundo tempo.

Assim, o clube do Morumbi segue sua recente sina de ser eliminado em casa em competições sul-americanas por equipes mais modestas do país vizinho. Foi assim em 2017, contra o Defensa Y Justicia, em 2018, quando enfrentou o Colón e em 2019, na Libertadores, quando caiu para o Talleres, de Córdoba. Soma-se agora o revés diante do Lanús.

Sem títulos desde 2012, o São Paulo não precisava de muita coisa para avançar na competição. Com a derrota por 3 a 2 na primeira partida, o time poderia se classificar com vitórias simples, desde que por 1 a 0 ou 2 a 1 - ou seja, a regra básica era não levar mais do que um gol.

Só que, de forma absolutamente estranha, o São Paulo fez um péssimo primeiro tempo no Morumbi - ainda mais se contar como referência a grande vitória da equipe no último final de semana por 4 a 1 contra o Flamengo, no Maracanã, pelo Brasileirão.

No início da partida, o time argentino não se importou com a vantagem e foi para o ataque. Aos quatro minutos os visitantes quase abriram o placar. De La Vega partiu com liberdade pela direita e cruzou para Sand, mas Luan conseguiu afastar.

O São Paulo tocava a bola despretensiosamente, sem pressa, e foi castigado pela indolência. Aos 16, Tchê Tchê errou recuou de bola e De La Vega recebeu na intermediária. Livre, ele andou e arriscou chute de muito longe, com efeito. Volpi, que no domingo defendeu dois pênaltis contra o Flamengo, não conseguiu fazer a defesa e Lanús abriu o placar.

O gol fez o São Paulo mudar de atitude e mesmo com dificuldade, o time passou a ocupar mais o ataque. Em um escanteio cobrado por Reinaldo, a bola desviou na zaga e ficou limpa para Daniel Alves testar firme e empatar a partida.

O que era ruim ficou ainda pior aos 43 da primeira etapa. Di Placido chegou pela direita e cruzou para a área. Aguirre, livre de marcação, bateu firme para dentro do gol e marcou o segundo gol do Lanús.

No intervalo, Fernando Diniz sacou o zagueiro Diego, colocou Pablo no jogo e o São Paulo amassou o Lanús nos primeiros 20 minutos da segunda etapa. Logo aos três, Tchê Tchê chegou à linha de fundo e cruzou para Luciano. Sozinho, o atacante cabeceou para baixo, a bola quicou na grama e saiu raspando o travessão.

Aos 12 minutos, em falta pelo lado direito do ataque, Gabriel Sara cobrou bem, mas a bola explodiu na trave. No rebote, Pablo cabeceou para fora. De tanto insistir o São Paulo chegou ao empate aos 16. Daniel Alves carregou pelo meio e deu excelente passe em velocidade dentro da área para Pablo finalizar com perfeição: 2 a 2.

O São Paulo queria mais. Aos 18, Gabriel Sara recebeu na esquerda, dentro da área, cortou para meio e bateu forte, mas a bola subiu muito. O time continuou martelando. Diniz tirou outro zagueiro, Bruno Alves, e colocou Vitor Bueno e o Lanús foi sufocado até sucumbir. Aos 41, Gabriel Sara cruzou e Di Placido cabeceou contra o próprio gol - o resultado de 3 a 2 levaria a decisão para os pênaltis.

Mas o São Paulo conseguiu chegar ao quarto gol. Daniel Alves cruzou na área e Gabriel Sara, sozinho, cabeceou para as redes. Depois de marcar o quarto gol, Fernando Diniz mexeu no time mais uma vez e colocou dois jogadores defensivos, mas em uma falha de seu sistema de marcação, talvez provocada pela falta de zagueiros em campo, o São Paulo levou o terceiro gol - Orisini recebeu cruzamento na área e sozinho, aos 47 do segundo tempo, só tocou para o gol de Tiago Volpi, em mais uma eliminação são-paulina.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 4 X 3 LANÚS

SÃO PAULO - Volpi; Tchê Tchê, Diego (Pablo), Bruno Alves (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Luciano (Léo) e Brenner (Arboleda). Técnico: Fernando Diniz.

Lanús: Morales; Di Placido, Thaller, Burdisso e Bernabéi (Acosta); Belmonte, Pérez, Vera (Quignón) e Aguirre (Orozco); De la Vega (Orsini) e Sand. Técnico: Zubeldía.

GOLS - De la Vega, aos 16, Daniel Alves, aos 26 e Aguirre, aos 43 minutos do primeiro tempo; Pablo, aos 16, Di Placido, aos 41, Gabriel Sara, aos 44, e Orsini, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alexis Herrera (Venezuela).

CARTÕES AMARELOS - Pérez, Burdisso, Belmonte, Morales e Costa.

LOCAL - Morumbi, em São Paulo (SP).

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "São Paulo vence, mas gol do Lanús nos acréscimos elimina time da Sul-Americana"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.