Esportes

São Paulo segura Atlético-MG e empata sem gols em jogo truncado no Mineirão

Ricardo Magatti (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

No duelo entre dois times que brigam entre os líderes do Brasileirão, Atlético-MG e São Paulo saíram frustrados com o empate sem gols no Mineirão na noite deste domingo. Os mineiros, sobretudo, lamentam o resultado, pois desperdiçam a oportunidade de colar no líder do Brasileirão, o Palmeiras.

continua após publicidade

O São Paulo deixa o campo descontente com o empate, mas orgulhoso de seu desempenho. Desfalcado de mais de dez jogadores - cinco somente por suspensão - o time paulista se defendeu bem e foi mais perigoso que o forte rival mineiro, um dos candidatos ao título nacional. Chegou até a ser superior que o adversário em alguns momentos.

O empate sem gols em Belo Horizonte deixa o Atlético no terceiro posto, com 28 pontos, agora atrás de Corinthians e Palmeiras. Os mineiros ocupavam a vice-liderança antes do início da 16ª rodada. O São Paulo se mantém no sétimo lugar, com 23 pontos.

continua após publicidade

No primeiro tempo, houve equilíbrio no Mineirão, cujo gramado ruim atrapalhou o desenrolar da partida. O Atlético ficou mais com a bola e teve em Hulk, como sempre, sua principal arma ofensiva, mas o São Paulo foi quem criou as chances mais claras.

Isso mesmo sem tantos atletas importantes, incluindo Reinaldo, que jogou menos de dez minutos em razão de uma lesão muscular. Em seu lugar, entrou o jovem Wellington, que se apresentou bem. Igor Gomes protagonizou duas oportunidades para marcar, mas não acertou o gol defendido por Everson. Os anfitriões deixaram a desejar principalmente pelas atuações ruins de Nacho e Zaracho.

Na etapa final, o jogo ficou mais aberto, mas não mais bonito. Não foi um bom futebol apresentado pelos dois times. O São Paulo, considerando sua proposta de jogo, teve relativo sucesso, pois tirou os espaços de Hulk e, ao subir a marcação, criou para sair de campo com o triunfo. Wellington assustou Weverton com um foguete de pé esquerdo e Pablo Maia fez o goleiro atleticano trabalhar em arremate da intermediária.

continua após publicidade

Os mineiros melhoraram com a entrada de Jair, dono de um passe qualificado, mas não a ponto de ir às redes. Hulk reclamou de pênalti em jogada com Miranda. O VAR analisou o lance e Anderson Daronco não considerou penalidade. Mais de 50 mil torcedores não viram a rede balançar no Mineirão. Um deles invadiu o campo para abraçar o Hulk no fim do jogo. Foi para ele uma noite pra feliz. Para os outros atleticanos, não.

ATLÉTICO-MG 0 X 0 SÃO PAULO

ATLÉTICO-MG - Everson; Guga (Mariano), Igor Rabello, Junior Alonso e Rubens; Otávio (Jair), Allan, Zaracho (Ademir) e Nacho (Calebe); Vargas (Sasha) e Hulk. Técnico: Turco Mohamed.

continua após publicidade

SÃO PAULO - Jandrei; Rafinha, Miranda, Luizão e Reinaldo (Wellington); Pablo Maia, Talles (Rodriguinho), Igor Gomes (Moreira) e Igor Vinícius; Patrick (Eder) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

continua após publicidade

CARTÕES AMARELOS - Igor Vinícius, Hulk

RENDA - R$ 1.957.818,72

PÚBLICO - 52.356

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).