Esportes

Santos joga mal, mas elimina o Salgueiro e está na segunda fase da Copa do Brasil

Da Redação ·

O Santos está na segunda fase da Copa do Brasil. Venceu o Salgueiro, em Pernambuco, por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, e se garantiu. O time não jogou bem mais uma vez, mas fez o suficiente para derrubar um adversário corajoso, mas muito fraco. Na próxima fase, o Santos enfrentará o vencedor de Fluminense do Piauí e Oeste (SP), que jogam nesta quinta-feira.

continua após publicidade

O Santos começou a partida levando um susto. Com um minuto, Léo Santos arriscou e João Paulo fez grande defesa para evitar o gol do Salgueiro. Mas com o passar do tempo, o time paulista foi esfriando o entusiasmo dos donos da casa, embora nos 20 minutos iniciais não tenha criado muita coisa.

A primeira boa chance santista aconteceu quando Ricardo Goulart conseguiu ajeitar a bola dentro da área e tentou encobrir o goleiro Jerfesson, mas errou o alvo. O gol, porém, não demoraria a sair.

continua após publicidade

E saiu dos pés do melhor jogador do Santos nesta quarta-feira. O garoto Ângelo recebeu pela direita, avançou e da entrada da área bateu colocado, cruzado, tirando do alcance do goleiro.

Com a vantagem, o Santos tomou conta do jogo, mas pecou pela falta de objetividade. Tanto que, a rigor, só teve mais uma chance: Jerfesson fez grande defesa em chute de Marcos Leonardo. O Salgueiro só teve boa chance, já quase ao final da etapa, mas Valdeir não conseguiu concluir.

No segundo tempo, o Salgueiro se lançou mais ao ataque e dominou os primeiros 20 minutos. Até construiu boas jogadas, mas se perdeu no momento da conclusão. Valdeir teve duas chances claras, mas não soube aproveitar. Pedro Maycon poderia ter marcado. Também falhou.

continua após publicidade

Mas o fato é que o time pernambucano prendia o Santos em seu campo de defesa e o time paulista não conseguia reagir. Por isso, o interino Marcelo Fernandes mexeu no time, mas nem por isso o rendimento melhorou.

O Salgueiro perdeu mais duas boas oportunidades, com Hudson e Lucão, e aí uma das máximas do futebol - quem não faz, toma - se fez presente. Aos 31 minutos, Lucas Pires cruzou e Zanocelo subiu mais que os zagueiros para fazer 2 a 0.

A partida estava decidida. O Salgueiro se descontrolou e o Santos até poderia ter ampliado, não fosse a chance incrivelmente perdida por Marcos Leonardo. Na risca da pequena área, ele concluiu por cima do gol passe de Marcos Guilherme. Mas o terceiro gol acabaria por sair. Aos 45 minutos, o garoto Rwan, revelado na Copa São Paulo de Futebol Júnior e que havia entrado no lugar do artilheiro Marcos Leonardo, tabelou com Lucas Barbosa e tocou na saída do goleiro, fazendo seu primeiro gol como profissional.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

SALGUEIRO 0 X 3 SANTOS

continua após publicidade

SALGUEIRO - Jetfesson; Ronaldo (Danielzinho), Lucão, Janelson e Léo Carioca; Kady, Léo Santos (Robinho), Wescley e Valdeir (Kelsen); Pedro Maycon (Bruce) e Hudson (Patrick Nonato).

Técnico: Sílvio Criciúma.

SANTOS - João Paulo; Vinícius Baliero; Kaiky, Bauernann e Lucas Pires; Camacho, Sandry (Zanocelo) e Ricardo Goulart (Jobson); Ângelo (Lucas Braga), Marcos Leonardo (Rwan) e Marcos Guilherme (Lucas Barbosa).

continua após publicidade

Técnico: Marcelo Fernandes.

GOLS - Ângelo, aos 24min do primeiro tempo. Zanocelo, aos 31, e Rwan, aos 45min do segundo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima.

CARTÕES AMARELOS - Ricardo Goulart, Ângelo, Lucas Pires e Robinho.

PÚBLICO - 474 pagantes.

RENDA - R$ 36.300,00.

LOCAL - Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE).