Esportes

Santos aproveita um jogador a mais, vira sobre Juventude e ganha 1ª fora de casa

Glauco de Pierri (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Finalmente o Santos de Fabián Bustos voltou a vencer no Campeonato Brasileiro - além disso, o time conquistou sua primeira vitória fora de casa sob o comando do técnico argentino. O time bateu o Juventude, por 2 a 1, de virada, em Caxias do Sul e chegou aos 17 pontos na classificação, ocupando a 6ª posição na tabela provisoriamente. Mesmo apresentando um futebol cambaleante na primeira etapa, o time voltou melhor no segundo tempo e, com um a mais, buscou a vitória para alívio da torcida santista.

continua após publicidade

Em mais uma noite fria em Caixas do Sul, com 11 graus nos termômetros da cidade da Serra Gaúcha, Juventude e Santos fizeram um primeiro tempo de muita disposição e pouca qualidade de jogo, o que resultou em raras oportunidades de gol para os dois times.

O jogo mais arrastado parecia interessar mais ao time gaúcho, que tentava atrair o Santos para o seu campo para abrir um contra-ataque. Do lado paulista, a equipe parecia um pouco confusa na hora do ataque. Ricardo Goulart atuou os primeiros 45 minutos como segundo atacante e não produziu nada. O Santos precisou fazer uma alteração logo aos 13 minutos, quando o zagueiro Maicon se machucou e foi substituído por Velásquez.

continua após publicidade

O Juventude chegou ao gol aos 25 minutos. Chico recebeu na direita, teve tempo de olhar para a área e cruzou na medida para Ricardo Bueno, apenas acompanhado de longe pela marcação, cabecear com classe para abrir o placar.

Após sofrer o gol, o Santos adiantou seus jogadores e pressionou a saída de bola do time gaúcho. Contudo, a única chance efetiva foi em um chute de fora da área de Vinícius Zanocelo, que o goleiro César conseguiu espalmar para escanteio.

No final do primeiro tempo o Santos ficou com um jogador a mais em campo. Aos 46, Yuri Lima deu um carrinho violento em Jhojan Julio e recebeu o cartão amarelo. Alertado pelo VAR (Árbitro de Vídeo), Rodolpho Toski Marques revisou o lance e aplicou o cartão vermelho ao jogador do Juventude.

continua após publicidade

Com um a menos, o Juventude voltou fechado no segundo tempo, disposto a fazer da partida um jogo estilo ataque contra defesa, para tentar encontrar um contra-ataque para aumentar a vantagem no placar.

A tentativa do Juventude, que se recolhia todo em seu campo de defesa com os seus dez jogadores, foi por água abaixo logo aos 11 minutos. Com praticamente o time todo no campo de ataque, os paulistas chegaram ao empate. Em cobrança de falta de Jhojan Julio, o zagueiro Eduardo Bauermann desviou para deixar o placar igual.

Depois do gol de empate, o Santos passou a abusar dos cruzamentos para a área. Com um jogador a mais, contra a pior defesa do Brasileirão, o time não conseguia trocar passes, o que parecia irritar o técnico Fabián Bustos, que antes dos 30 minutos já havia feito as cinco alterações a que tinha direito - além de Velasquez no primeiro tempo, o técnico argentino mandou a campo Bruno Oliveira, Marcos Leonardo, Bryan Angulo e Ângelo na segunda etapa.

continua após publicidade

E foi em uma transição rápida, com a bola por dentro da defesa gaúcha, com troca de passes em velocidade, que o Santos chegou ao gol da virada. Aos 31, Marcos Leonardo recebeu no meio e acionou Ângelo na frente. O garoto devolveu para o atacante que entrou pela direita da área e chutou forte, no canto esquerdo de César - 2 a 1 para o Santos.

O gol da virada fez o Santos tocar a bola, apenas esperando o tempo passar. O Juventude até tentou chegar mais ao ataque, mas depois de passar quase 45 minutos apenas se defendendo, o time gaúcho não levou perigo ao gol santista.

continua após publicidade

O resultado serve para aliviar um pouco a vida do técnico Fabián Bustos, que ainda não havia vencido fora de casa e estava a sete jogos sem conquistar uma vitória. Ainda não é um time que deverá brigar por títulos nesta temporada, mas o futebol que o Santos tem apresentado lhe credencia para se posicionar um pouco mais alto na tabela de classificação.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 X 2 SANTOS

continua após publicidade

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares (Óscar Ruíz), Thalisson Kelven, Rafael Foster e William Matheus; Yuri Lima, Jadson e Chico (Paulinho Moccelin); Capixaba (Paulo Henrique), Ricardo Bueno (Vitor Gabriel) e Pitta (Darlan). Técnico: Eduardo Baptista.

SANTOS: João Paulo; Auro (Bruno Oliveira), Maicon (Velázquez), Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanoncelo (Ângelo) e Ricardo Goulart (Marcos Leonardo); Jhojan Julio, Rwan (Bryan Angulo) e Lucas Braga. Técnico: Fabián Bustos.

GOLS - Ricardo Bueno, aos 25 minutos do primeiro tempo; Eduardo Bauermann, aos 11, e Marcos Leonardo, aos 31 do segundo.

continua após publicidade

Árbitro - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - Auro e Fernández (Santos) e Paulinho Moccelin (Juventude).

CARTÃO VERMELHO - Yuri Lima (Juventude).

PÚBLICO - 3.025 pagantes.

RENDA - R$ 21.975,00.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.