Saída da tevê aberta tirou quase 80% da audiência da Liga dos Campeões no Brasil - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Saída da tevê aberta tirou quase 80% da audiência da Liga dos Campeões no Brasil

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Com os jogos Manchester City x Real Madrid e Juventus x Lyon, a Liga dos Campeões será retomada nesta sexta-feira sob grande atenção dos fãs de futebol pelo mundo, ansiosos pelo fim de um hiato de quase cinco meses sem jogos da principal competições de clubes da Europa, mas também sendo assistida por um público menor no Brasil.

Dados obtidos pela reportagem do Estadão mostram que o torneio perdeu quase 80% da sua audiência da temporada 2017/2018 para a 2018/2019. A redução também foi de mais de 75% no retorno de mídia para as marcas entre uma edição e outra da competição, no período de agosto a janeiro, de acordo com um estudo realizado pelo Ibope.

Nesse período, não houve perda de interesse em relação à Liga dos Campeões, mas uma alteração envolvendo os detentores dos direitos de transmissão no País diminuiu o seu alcance: após a temporada 2017/2018, o torneio deixou de ser exibido em tevê aberta, tendo sua audiência reduzida brutalmente.

"O impacto de audiência, de tempo médio, de perfil da audiência e de valor de retorno de marca foram brutais. Você tem muito menos gente assistindo os jogos, como por muito menos tempo. O valor para os patrocinadores é muito pequeno. A televisão é uma experiência maior, tem alcance maior, tem audiência e penetração maiores. Quem não tem, assiste pelo streaming. Ele complementa a televisão", afirma José Colagrossi, diretor-executivo do Ibope Repucom, ao Estadão.

Na temporada 2017/2018, com Band, Globo e Esporte Interativo transmitindo os jogos, a audiência, considerando quem assistiu ao menos um minuto dos jogos, de agosto a janeiro, havia sido de 35,4 milhões de telespectadores. Já na temporada 2018/2019, no mesmo período, a audiência foi de 7,9 milhões no somatório de transmissões pelo Facebook, Esporte Interativo digital, Space e TNT.

Com isso, o impacto no retorno de marca na mídia acabou também sendo expressivo. Enquanto na temporada 2017/2018 tinha sido de R$ 5,3 milhões, o valor baixou para R$ 1,2 milhão na edição seguinte da competição.

TWITTER - Com as redes sociais transformadas em "segunda tela" durante os jogos, a Liga dos Campeões, deve voltar a ser assunto bastante debatido nas plataformas a partir desta sexta. Segundo levantamento do Twitter, 46% das pessoas que o utilizam no Brasil têm interesse no torneio europeu.

Até agora, a temporada 2019/2020 somou mais de 2,3 milhões de mensagens no País na rede social. Neymar é o jogador mais comentado, seguido por Haaland e Messi. Já Real Madrid, Paris Saint-Germain e Barcelona são, em ordem, os times com mais citações.

Confira a audiência da Liga dos Campeões no Brasil (Audiência mínima de 1 minuto - agosto a janeiro):

Temporada 2016/2017: 27 milhões (Esporte Interativo e Band)

Temporada 2017/2018: 35,4 milhões (Globo, Band e Esporte Interativo)

Temporada 2018/2019: 7,9 milhões (Facebook, Esporte Interativo digital, Space e TNT)

Confira o retorno de marca em mídia (agosto a janeiro)

Temporada 2016/2017: R$ 3,6 milhões

Temporada 2017/2018: R$ 5,3 milhões

Temporada 2018/2019: R$ 1,2 milhão

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Saída da tevê aberta tirou quase 80% da audiência da Liga dos Campeões no Brasil"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.