Esportes

Sabrina Cass é eliminada e se despede de Pequim; Manex não completa prova

Da Redação ·

A brasileira Sabrina Cass se despediu dos Jogos de Inverno de Pequim na madrugada deste domingo (horário de Brasília), ao ficar com o 16º lugar da segunda classificatória do moguls do esqui estilo livre feminino. Como apenas as dez primeiras avançam à decisão, a jovem de 19 anos acabou eliminada.

continua após publicidade

Cass disputou a primeira classificatória na quinta-feira e terminou em 21º lugar. Fora do top 10, foi para a segunda tentativa de classificação, neste final de semana. Durante a apresentação, se desequilibrou ao aterrissar no primeiro salto, o que rendeu uma nota 62.12, muito parecida com a da primeira descida, 62.20.

"Honestamente, não foi muito bom. Acho que poderia fazer melhor no primeiro salto, mas não consegui. Foi muito difícil", disse Sabrina, emocionada, em entrevista ao Sportv. "Não tem muitos atletas que conseguiram chegar nos Jogos Olímpicos, então estou muito orgulhosa de mim mesma", completou.

continua após publicidade

Nascida nos Estados Unidos, Sabrina é filha de pai norte-americano e mãe brasileira. Competindo desde muito nova, foi campeã mundial júnior de moguls pelos EUA em 2019. Dois anos depois, começou a competir pelo Brasil e conseguiu bons resultados, como o nono lugar no torneio internacional aberto de Idre Fjall.

SKIATHLON - Na disputa do esqui cross-country masculino, Manex Silva, outro jovem atleta de 19 anos, não conseguiu completar a prova do skiathlon, que envolve 15km em estilo clássico e 15km em estilo livre. O brasileiro foi retirado da competição após ficar como retardatário na terceira volta, ultrapassado pelos líderes.

"Uma prova que eu nunca tinha feito porque na minha idade não tem. Eu tinha a expectativa de ser alcançado um pouco mais tarde, mas estou feliz de poder estar aqui. Comecei a corrida um pouco rápido demais, na primeira volta me senti bem, mas na segunda vi que tinha forçado um pouco e ia sofrer muito. Consegui terminar a segunda volta, mas na terceira, quase no finalzinho, os líderes estavam perto e eu tive que sair", disse o atleta.

Dono de todos os recordes do Brasil no cross-country masculino, Manex foi o primeiro brasileiros a se classificar para os Jogos de Inverno na modalidade pelo critério A. Com isso, ele pode disputar todas as provas individuais, incluindo o skiathlon, que não era sua prioridade. O esquiador volta a competir na terça-feira, no sprint individual, às 5h50 (horário de Brasília.