Esportes

Russell mira vitória em Mônaco em caso de chuva: ‘alto risco, alta recompensa’

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Sexto colocado no grid de largada do GP de Mônaco que acontecerá neste domingo, o piloto britânico George Russell afirmou que acredita em possibilidades de vitória caso a chuva que está prevista realmente caia sobre o Circuito de Montecarlo. O representante da Mercedes afirmou que a chuva é tudo o que ele precisa para figurar no pódio ao fim da disputa.

continua após publicidade

"Vamos lá. É disso que precisamos nesta situação - alto risco, alta recompensa. Temos que ir em busca", afirmou o piloto da Mercedes. A icônica etapa de Mônaco é conhecida por ser uma pista com poucas ultrapassagens e a aposta pela chuva abre maiores possibilidades para os pilotos que largam de trás.

"Se perdermos um P5 ou um P6, não é o ideal, mas não é o fim do mundo. Pretendemos colocar tudo em jogo para buscar a vitória. Geralmente você não diz isso largando do P6 em Mônaco, mas parece que vai chover amanhã. Olhando agora, o céu está cinza e nublado, deixou de ser a linda Riviera francesa com sol e parece que estamos em Londres. Então, sim, eu aceito um pouco de chuva", completou Russell.

continua após publicidade

Toto Wolff, chefe da Mercedes, também comentou sobre grid deste sábado, dizendo que a posição de Lewis Hamilton, que largará em oitavo, poderia ter sido ainda melhor. Os segundo finais do Q3 foram interrompidos pela bandeira vermelha após o acidente envolvendo Sergio Perez e Carlos Sainz. Hamilton confirmou as queixas.

"As bandeiras vermelhas me custaram minha última volta, mas não acho que seria muito diferente do que aconteceu de qualquer maneira. Mônaco é exatamente assim, foi um treino infeliz. O carro está muito mal lá fora e estamos tendo que correr grandes riscos para chegar perto dos carros da frente. Melhoramos o carro e nos aproximamos um pouco, mas mesmo com uma volta perfeita, acho que ainda estaríamos a seis décimos de distância", disse Hamilton.