Esportes

Rony pode reforçar o Palmeiras na Libertadores e busca igualar recorde de Alex

Da Redação ·

Recuperado de lesão muscular, Rony ainda não voltou a jogar pelo Palmeiras, mas isso pode acontecer na Libertadores, torneio com o qual se identifica. O atacante pode reforçar a equipe no duelo decisivo desta terça-feira contra o São Paulo, pelas quartas de final, e joga com o pensamento de igualar Alex como o maior artilheiro do time alviverde na história do torneio continental.

continua após publicidade

"Sei o que o Alex fez pelo clube, ele pensava igual: os gols e marcas são consequência. Se acontecer vai ser uma honra, de igualar um grande jogador que foi o Alex. Quero ajudar meus companheiros da melhor maneira possível e dar alegria aos nossos torcedores, que nos apoiam muito", afirmou o atacante, que ostenta 11 gols pelo clube no torneio, um a menos que Alex.

Rony parece se transformar em jogos da Libertadores. Na edição passada, seu desempenho foi determinante para a campanha vitoriosa. Ele marcou cinco gols e deu a assistência do gol do título marcado por Breno Lopes. Nesta temporada, já balançou as redes seis vezes e é artilheiro do torneio ao lado de Hulk, do Atlético-MG, Gabriel, do Flamengo, e Borja, que disputou o campeonato pelo Junior Barranquilla.

continua após publicidade

"Competição gigantesca, que eu me identifico muito. São jogos difíceis, de personalidade. Gosto de jogar este tipo de competição, difícil. Estou feliz com tudo que vem acontecendo e espero dar continuidade e dar o melhor nos jogos, dar alegria aos torcedores que brincam com isso e eu acho bacana", destacou o camisa 7, empatado com Willian, Borja e Tupãzinho na segunda posição dos goleadores do Palmeiras na Libertadores.

TREINO - O Palmeiras deu sequência na tarde desta segunda-feira à preparação para o duelo decisivo contra o São Paulo pelas quartas de final da Libertadores. O time alviverde fez na Academia de Futebol a segunda atividade antes de enfrentar o rival tricolor nesta terça, às 21h30, no estádio do Morumbi.

Abel Ferreira dividiu o grupo em dois times formado por 11 jogadores cada e, com quatro "curingas" comandou um trabalho de aproximação, busca de espaços, marcação e raciocínio utilizando parte do gramado, com poucos toques na bola de cada atleta. Os goleiro realizaram um treino específico.

continua após publicidade

Depois, os jogadores mais desgastados, de acordo com o monitoramento da fisiologia, foram liberados para atividades internas, e o restante participou ainda de uma movimentação técnica em dimensões reduzidas com oito atletas em cada equipe.

O elenco ainda fará uma curta sessão de treinamento na terça, às 11h. Nesta atividade, o técnico Abel Ferreira vai usar os 11 titulares e fará os últimos ensaios táticos e de posicionamentos para a partida decisiva da Libertadores.

O Palmeiras entra em campo para defender o título continental e ampliar o recorde de maior invencibilidade da história da Libertadores, com 13 jogos sem derrotas - dez vitórias e três empates. A equipe alviverde ostenta a melhor campanha desta edição do torneio no momento.

No entanto, o Palmeiras tem um retrospecto ruim contra o São Paulo neste ano e também na competição. Nesta temporada, ainda não ganhou do rival tricolor. Foram duas derrotas e dois empates e nenhum gol marcado. No torneio do qual é bicampeão, amargou eliminações para o clube do Morumbi em 1994, 2004 e 2005.