Esportes

Róger Guedes convence Vítor Pereira e tem novo desafio no Corinthians

Marcos Antomil (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Róger Guedes viveu momentos de tensão no início do trabalho de Vítor Pereira no comando técnico do Corinthians. O português não via no atacante o comprometimento necessário para ser a referência do ataque alvinegro e tampouco se conformava com as mensagens públicas de insatisfação pelo posicionamento exercido em campo. "Mostrei onde eu quero jogar", afirmou o atleta após um hat-trick em vitória sobre o Avaí.

continua após publicidade

"O Róger, que já teve momento bom, fez gols, hoje é um jogador que está com alguma dificuldade de responder mesmo em termos de treino, em termos de lutar para dar a volta. Tomara que ele me transmita a confiança para contar com ele para alterar um jogo ou começar uma partida. Mas eu não estou sentindo esta confiança", disse Vítor Pereira após clássico com o São Paulo no mês de maio pelo Brasileirão.

Róger Guedes não gosta de jogar como centroavante, prefere ser ponta. Mas, aos poucos, ele e Vítor Pereira passaram a falar o mesmo português. O atleta tem de entender as necessidades do Corinthians e jogar onde for melhor para o time. Assim, a confiança foi resgatada. Nos últimos 13 jogos, Róger Guedes foi titular em 11.

continua após publicidade

O atacante do Corinthians só não atuou no empate sem gols com o Santos pelo Brasileirão e entrou no segundo tempo da goleada sofrida diante do Fluminense, por 4 a 0. Mesmo assim, algumas vezes, sobram ruídos na comunicação entre Róger Guedes e a comissão técnica portuguesa. Nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, não ficou muito satisfeito com a substituição no início da etapa complementar. Esperava ficar mais dez minutos em campo pelo menos.

A vontade de ficar em campo, no entanto, pode simbolizar algo positivo para o Corinthians. Melhor um atleta com vontade de jogar do que um que não se importe em ficar no banco de reservas. A abertura da janela de transferências internacionais pode simbolizar o início de uma nova era para o ataque corintiano.

DESAFIO

continua após publicidade

O Corinthians não balança as redes com as próprias forças há seis jogos. Diante do Flamengo, gol contra de Rodinei deu vitória ao clube paulista. A goleada sobre o Santos no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil foi a última vez em que foi às redes. A contratação de Yuri Alberto, que poderá jogar a partir da próxima semana renova as esperanças por uma mudança.

Desde o início do ano, o ataque é apontado com um setor carente na equipe alvinegra. Jô saiu do clube após caso de indisciplina. Junior Moraes chegou do futebol ucraniano, mas não conseguiu corresponder. Sem Mantuan, emprestado ao Zenit, as opções ficam ainda mais escassas.

Desenha-se um novo desafio no Corinthians para Róger Guedes. O atacante deverá ter mais chances de jogar na posição que gosta, mas terá de se entrosar o mais rapidamente possível com Yuri Alberto. No setor ofensivo, Vítor Pereira terá um escape para rejuvenescer o time titular e encerrar a seca de gols.