Esportes

Roger Federer passa fácil por tenista usbeque na estreia em Roland Garros

Da Redação ·

Roger Federer teve uma estreia muito tranquila em Roland Garros. O oitavo cabeça de chave não encontrou resistência do usbeque Denis Istomin, largando com vitória por 3 a 0, parciais de 6/3, 6/2 e 6/4. O rival veio do qualifier e não impôs resistência.

continua após publicidade

O suíço não jogava um Grand Slam desde o US Open de 2020, portando há 20 meses. Ficou afastado após passar por cirurgia no joelho e retornou em grande estilo, mostrando que segue com a mão calibrada. A vitória veio em somente 93 minutos.

O rival da segunda rodada deve ser um pouco mais forte. Ele sai do confronto entre o perigoso Marin Cilic e o convidado francês Arthur Rinderknech, que se enfrentam nesta segunda-feira. O suíço jamais enfrentou o tenista da casa. Já o croata é seu freguês. Em 10 encontros, ele ganhou nove.

continua após publicidade

Apesar do bom retorno, Federer fez questão de enfatizar após superar Istomin que "não vai vencer Roland Garros." Ele agradece o apoio e a torcida dos fãs, mas admite estar longe do melhor preparo físico para a busca do título. Definiu como ilusão colocá-lo entre os favoritos, "apesar das coisas loucas no tênis."

Sentindo-se à vontade na quadra Philippe Chatrier, a principal do complexo de Roland Garros, Federer teve uma estreia com números interessantes. Não cometeu nenhuma dupla falta, distribuiu oito aces e ganhou 80% dos pontos. Foram 48 bolas vencedores e 20 erros não forçados.

Outros resultados: Nikoloz Basilashvili superou Dusan Lajovic com 6/4, 6/3, 0/6 e 6/2, Carlos Alcaraz passou por Bernabe Zapata por 6/3, 2/6, 6/1 e 7/6 (4) e Pedro Martínez bateu Sebastian Korda por 6/4, 6/2 e 6/2.