Esportes

Rodrigo Bambu nega estupro e afirma que situação 'causa revolta'

Da Redação ·

Acusado de estupro de vulnerável, feitas por uma mulher de 25 anos, o zagueiro Rodrigo Bambu, do Corinthians, escreveu uma nota nas redes sociais na qual afirma estar revoltado com a situação. O jogador afirmou que já acionou sua advogada para tomar conta do caso.

continua após publicidade

"Fiquei sabendo da acusação feita contra mim e isso me causa revolta. Já acionei minha advogada para conduzir o caso. Nunca desrespeitei nenhuma mulher. Espero que as autoridades esclareçam a verdade o quanto antes para eu voltar a fazer o que eu amo, que é jogar futebol", disse Bambu.

O zagueiro foi multado, nesta quinta-feira, pelo Corinthians por dois atrasos ocorridos na semana passada sem aviso prévio. Como não pode ser judicialmente afastado até que o caso seja solucionado, o atleta continua participando dos treinamentos no CT Joaquim Grava.

continua após publicidade

O caso de estupro foi noticiado primeiramente pelo GE. A denúncia indica que Robson Bambu e um amigo foram a uma festa em 2 de fevereiro no bairro do Tatuapé e de lá saíram, em direção a um hotel, com duas mulheres. A mulher que acusa Robson Bambu afirma ter mantido relações sexuais consensuais com o amigo do jogador e foi surpreendida quando acordada, na manhã seguinte, com o jogador do Corinthians deitado nu sobre ela e introduzindo o dedo em sua vagina.

O jogador nega qualquer estupro e diz que a história denunciada à polícia é fantasiosa. Robson Bambu, por meio de sua assessoria, afirma estar seguro de sua inocência.

Com 24 anos, Robson Bambu começou sua carreira no Santos. Da equipe da Vila Belmiro saiu para o Athletico Paranaense em 2019. Na temporada seguinte se transferiu para o francês Nice. No início de 2022, o Corinthians fechou a contratação do zagueiro por empréstimo. O atleta ainda não fez sua estreia com a camisa alvinegra.