Mais lidas

    Esportes

    Esportes

    Red Bull Bragantino e Corinthians estreiam no Paulistão com empate sem gols

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 28.02.2021, 20:09:00 Editado em 28.02.2021, 20:16:29
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Em jogo com gol anulado pelo VAR, Red Bull Bragantino e Corinthians estrearam neste domingo no Campeonato Paulista sem vitória. Jogando no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), os rivais mostraram sinais de cansaço devido o recente fim do Campeonato Brasileiro e ficaram na igualdade sem gols, somando apenas um ponto cada um.

    Repleto de desfalques (10 no total), o Corinthians chegou ao seu sexto compromisso sem vitória, pior sequência desde que o técnico Vagner Mancini assumiu o comando da equipe. Já o Red Bull Bragantino iguala o Novorizontino na liderança do Grupo C, que ainda tem Ituano e Palmeiras. O time do Parque São Jorge divide o Grupo A com Botafogo, Inter de Limeira e Santo André.

    No Brasileirão, Red Bull Bragantino e Corinthians mediram forças em duas oportunidades: na 13.ª rodada, em Bragança Paulista, em um empate sem gols, e pela 32.ª rodada, já em 2021, com vitória por 2 a 0 dos comandados do técnico Maurício Barbieri em plena Neo Química Arena, em São Paulo.

    O jovem Rodrigo Varanda, de apenas 18 anos, foi a grande novidade do duelo, sendo escalado como titular pela primeira vez como profissional do Corinthians. O meia chegou ao Parque São Jorge aos seis anos e por escolha de Vagner Mancini passou a integrar o elenco principal no fim do ano passado. Ele tem vínculo até 31 de janeiro de 2022. Ou seja, já em agosto pode assinar um "pré-contrato" com outra equipe. O técnico foi para a partida com o Red Bull Bragantino contando com oito atletas formados na base.

    O JOGO - O Red Bull Bragantino começou usando o seu tradicional estilo: posse de bola no campo de defesa do adversário. Logo nos primeiros minutos, Cássio teve de trabalhar duas vezes, com finalizações de Claudinho e Lucas Evangelista.

    O Corinthians até tentou responder, mas sem jogadas preocupantes para os mandantes. Em duas ocasiões, a pouca experiência dos atacantes corintianos ficaram evidentes, com passes que acabaram morrendo na linha de fundo. Do outro lado, a equipe de Maurício Barbieri apostou bastante em Artur correndo pela direita.

    Jogando em casa, o time teve liberdade para executar trocas de passes no meio de campo. Defensivamente, o Red Bull Bragantino se dispôs em pressionar a posse de bola corintiana. Esta pressão fez com que os visitantes pouco pudessem fazer para ameaçar o gol de Cleiton. A primeira chance do Corinthians só veio aos 18 minutos com Léo Natel, que recebeu fora da área após erro na saída de bola do Bragantino. A partir deste momento, os visitantes passaram a tentar entrar mais no jogo.

    Aos 25 minutos, o jovem Rodrigo teve sua primeira chance. O atacante chutou de dentro da pequena área após jogada ensaiada de escanteio. A finalização acabou passando à esquerda do gol de Cleiton. As duas equipes até que tentaram abrir o placar na primeira etapa, mas não ofereceram mais grandes perigos umas às outras.

    Na volta dos vestiários, Claudinho, revelação do Brasileirão, passou a ser alvo das primeiras entradas mais fortes dos jogadores do Corinthians. O lado direito continuou a ser o principal setor explorado pelo Red Bull Bragantino, mas não houveram ameaças reais ao gol de Cássio.

    Claudinho teve a primeira oportunidade aos 10 minutos com chute forte de fora da área, mas Cássio não teve problemas em defender. Aos 15, Jemerson quase colocou contra a própria meta após chute de Claudinho. Logo depois, o camisa 10 do Red Bull Bragantino serviu Vitinho, que teve a chance mais clara do jogo até aqui. Ele ficou cara a cara com Cássio, mas acabou escolhendo mal a perna do chute, mandando a bola assim para a linha de fundo.

    Alguns minutos depois, Vitinho recebeu o cartão amarelo depois de entrada dura em Bruno Méndez. Pouco depois, na marca dos 20, surgiram as primeiras alterações no jogo. No Red Bull Bragantino, Vitinho saiu para a entrada de Helinho. No Corinthians, Mancini promoveu Gustavo Mosquito, Cauê e Gabriel Pereira para os lugares de Mateus Vital, Rodrigo Varanda e Léo Natel.

    Aos 28 minutos, Helinho recebeu belo passe de Claudinho dentro da área e encheu o pé. Porém, Cássio defendeu e rebateu para dentro da área. Aos 30, Mancini decidiu por fazer outra alteração: Gabriel por Cazares. As mudanças evidenciaram a intensão de o Corinthians de partir para cima do adversário.

    Aos 38 minutos, Barbieri também decidiu por mexer em sua equipe. Saíram Artur e Ytalo para as entradas de Jan Hurtado e Cuello. Então, finalmente, aos 43, saiu o primeiro tento. Léo Ortiz completou de cabeça após cruzamento de Edimar. No entanto, o VAR foi acionado e detectou posição irregular do defensor do Red Bull Bragantino. O jogo seguiu truncado. O juiz deu sete minutos de acréscimos, mas não foi o suficiente para sair do 0 a 0.

    FICHA TÉCNICA

    RED BULL BRAGANTINO 0 x 0 CORINTHIANS

    RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Raul, Lucas Evangelista e Claudinho; Artur (Cuello), Ytalo (Jan Hurtado) e Vitinho (Helinho). Técnico: Maurício Barbieri.

    CORINTHIANS - Cássio; Bruno Méndez, Jemerson, Gil e Lucas Piton; Gabriel (Cazares), Ramiro e Cantillo; Rodrigo Varanda (Gabriel Pereira), Mateus Vital (Cauê) e Léo Natel (Gustavo Mosquito). Técnico: Vagner Mancini.

    CARTÕES AMARELOS - Vitinho, Cauê e Fabrício Bruno (Red Bull Bragantino); Cantillo (Corinthians).

    ÁRBITRO - Thiago Luis Scarascati.

    RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

    LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "Red Bull Bragantino e Corinthians estreiam no Paulistão com empate sem gols"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.