Esportes

Rayssa termina em 4º e Brasil fica sem medalhas no skate street nos X-Games

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Acostumadas com o favoritismo em todas as competições que disputam, as skatistas do Brasil ficaram fora do pódio no skate street na etapa de San Diego dos X-Games, nos Estados Unidos, neste domingo. Rayssa Leal, a Fadinha, foi quem chegou mais perto, com o quarto lugar.

continua após publicidade

Campeã olímpica no ano passado, a japonesa Momiji Nishiya, de apenas 14 anos, faturou o título. O segundo lugar ficou com a australiana Chloe Covell, ainda mais jovem, de apenas 12 anos. E o pódio foi completado pela também japonesa Yumeka Oda, de 15 anos.

Medalhista de prata nos Jogos de Tóquio nesta mesma prova, Rayssa falhou em suas primeiras voltas e não conseguiu entrar na disputa do ouro. "Deu hoje não!? Mas no final de semana que vem tem mais! Valeu, @XGames! Obrigada Galerinha!", disse a brasileira de 14 anos, em suas redes sociais.

continua após publicidade

Letícia Bufoni ficou em oitavo lugar um dia após entrar no livro dos recordes por dois feitos obtidos nos X-Games, pelo recorde de medalhas na competição entre as mulheres e por ser quem mais venceu no skate street no feminino. Ela era a atual vencedora da prova. Pâmela Rosa, por sua vez, terminou na nona colocação.

Com estes resultados, o skate brasileiro encerrou sua participação nestes X-Games com cinco medalhas. Gui Khury faturou duas pratas, enquanto Rony Gomes, Italo Penarrubia e Luiz Francisco ficaram com o bronze.