Esportes

Rafael Veiga treina e se coloca à disposição no Palmeiras: 'Pronto para ajudar'

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Desfalque de peso do Palmeiras nos últimos cinco jogos por causa de lesão muscular na coxa direita, Raphael Veiga está recuperado e pronto para voltar a ajudar o líder do Brasileirão. O camisa 23 trabalhou normalmente nesta sexta-feira e se colocou à disposição para enfrentar o Avaí, domingo, na Ressacada. O jogo pode servir para o meia readquirir ritmo antes das oitavas de final da Libertadores com o Cerro Porteño, quarta-feira, no Paraguai.

continua após publicidade

Raphael Veiga se machucou no começo do jogo com o Atlético-MG, no Allianz Parque e trabalhava para retornar nos clássicos com o São Paulo, o que não foi possível. Pronto, ele garante que a pausa foi boa para também descansar e agora ele está inteiro para seguir brilhando na temporada.

"É ruim se machucar e ficar fora, ainda mais contra o Atlético-MG, que é um jogo que todo mundo gosta de jogar. Mas eu prefiro sempre olhar as coisas pelo lado bom, afinal de contas poderia ter sido bem pior. Não foi algo tão grave e consegui me recuperar bem", enfatiza. "O pessoal aqui me deu todo o apoio desde o começo e agora me sinto preparado para voltar e ajudar. Ainda olhando pelo lado bom, foi um tempo em que eu pude também descansar, pois estava vindo de uma sequência grande. Estou feliz por estar retornando."

continua após publicidade

Artilheiro palmeirense na temporada, com 16 gols, Raphael Veiga havia trabalhado apenas como curinga na quarta-feira. Desta vez, em ritmo muito mais intenso, aprimorou transições de jogo, saídas de bola, movimentação e posicionamento. Participou das atividades em tempo integral e não sentiu mais as incômodas dores.

Com pensamento positivo, ressaltou a mentalidade forte do elenco para superar adversidades e pediu que o palmeirense esqueça a derrota na ida da Copa do Brasil diante do São Paulo, por 1 a 0, no Morumbi. O foco, em sua visão, deve ser a busca por reabilitação já na Ressacada, em Florianópolis.

"Nosso time tem uma mentalidade muito forte, a gente sabe o que aconteceu no jogo de ontem (quinta-feira), perdemos e isso não vai influenciar o nosso decorrer do ano. A gente já provou outras vezes que sabemos lidar com situações adversas, inclusive no Paulista deste ano contra o São Paulo (após derrota por 3 a 1 na ida da decisão, levou o título com 4 a 0 na volta). É esquecer o que passou, analisando o que a gente errou e o que precisa melhorar, e impor isso já contra o Avaí."

Por causa dos dois desgastantes clássicos no Morumbi em sequência, o técnico Abel Ferreira pode poupar alguns jogadores em Florianópolis. A decisão sai neste sábado, no único trabalho com a equipe toda antes de mais uma rodada do Brasileirão.