Esportes

PSG marca no fim, ganha do Metz e Mbappé causa confusão

O triunfo por 2 a 1 veio apenas aos 49 minutos, com Neymar servindo o lateral Hakimi

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia PSG marca no fim, ganha do Metz e Mbappé causa confusão
fonte: SEBASTIEN BOZON / AFP
PSG marca no fim, ganha do Metz e Mbappé causa confusão

A sétima vitória seguida do Paris Saint-Germain no Campeonato Francês, na casa do Metz, foi marcada por provocação de Mbappé, expulsões, técnico chamando árbitro para briga, confusão no fim e gol decisivo apenas nos acréscimos. O triunfo por 2 a 1 veio apenas aos 49 minutos, com Neymar servindo o lateral Hakimi.

continua após publicidade

O resultado fora de casa acabou merecido para um PSG que jogou o tempo todo no ataque e, mesmo sem Messi, com dores no joelho, passou grande parte do duelo buscando o gol de Alexandre Oukidja. Foram 76% de posse dos visitantes. O goleiro do Metz acabou sendo alvo das polêmicas da partida, em dois lances envolvendo o atacante Mbappé.

Num lance de Fair Play, quando o resultado marcava 1 a 1, gols de Icardi logo com 4 minutos e de Kouyaté, aos 38, o atacante exagerou na força ao tentar devolver a bola ao goleiro e quase marcou um golaço por cobertura. Oukidja fez milagre e ficou muito bravo com a jogada, batendo boca com Mbappé. Gritou muito e irritou o rival.

continua após publicidade

Voltariam a se "enfrentar" no lance final. Antes, porém, outra polêmica no jogo. Aos 47 do segundo tempo, Dylan Broon acabou expulso por acúmulo de cartões. O técnico Frederic Antonetti reclamou bastante e também acabou levando o vermelho. Indignado, cerrou os punhos e chamou o árbitro para a porrada.

A partida retornou com mais três minutos para a bola rolar. Tempo suficiente para Neymar tocar para Hakimi definir a suada vitória do PSG, no último lance. O brasileiro, entusiasmado, pulou no colo do lateral e os companheiros comemoravam na bandeirinha de escanteio.

Mbappé atravessava o campo para participar da festa e, ao passar pela área, falou algo que irritou um caído Oukidja. O goleiro levantou-se rapidamente e correu atrás do atacante. Neymar defendeu o companheiro empurrando o jogador do Metz. Ambos levaram amarelo, mas a festa foi mesmo do PSG, agora com 21 pontos e sobrando na liderança.

O Lyon contou com ajuda brasileira para fazer 3 a 1 no Troyes, de virada. Chavalerin fez 1 a 0, Shaqiri empatou e Emerson e Lucas Paquetá definiram o bom resultado. Em outros jogos, Montpellier e Bordeaux ficaram no 3 a 3, o Rennes goleou o Foot Clermont por 6 a 0, Angers e Olympique de Marselha não saíram do 0 a 0 e o campeão Lille fez 2 a 1 no Reims.

Tags relacionadas: #Futebol