Esportes

Por show, Conmebol pede à Fifa intervalo de 25min na final da Libertadores

Da Redação ·

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, enviou uma carta ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, solicitando mudanças nas finais da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana. A entidade que comanda o futebol sul-americano pediu a ampliação do tempo de intervalo dos dois jogos para 25 minutos de duração, 10 a mais do que o regulamento prevê atualmente. O principal motivo da solicitação é o desejo de promover um espetáculo musical.

continua após publicidade

Na carta, Domínguez argumenta que "um intervalo ligeiramente mais longo permitiria um espetáculo artístico de alta qualidade aos torcedores presentes e aos que acompanham a transmissão televisiva, tal como acontece em outros esportes com excelente receptividade".

A ideia é oferecer ao público um evento semelhante aos famosos shows do Super Bowl, no qual já se apresentaram artistas como Katy Perry, Lady Gaga, Justin Timberlake, Beyoncé, Shakira e Jennifer López. "Isto tornaria mais atrativa a definição das competições", justifica o presidente da Conmebol.

continua após publicidade

A Conmebol também defende que o prolongamento do tempo de intervalo para 25 minutos beneficiaria fisicamente os atletas, visto que as finais podem chegar a 120 minutos jogados, em caso de prorrogação.

"Os atletas teriam uma melhor recuperação física e os treinadores teriam a oportunidade de dar instruções mais precisas, aumentando assim o nível de competitividade bem como a qualidade do jogo", diz a Conmebol na carta. A Fifa ainda não respondeu ao pedido, feito exclusivamente para as decisões da Libertadores e Sul-Americana.

A final da Copa Sul-Americana será disputada no dia 20 de novembro, entre Red Bull Bragantino e o vencedor de Athletico-PR e Peñarol. A decisão da Libertadores, entre Flamengo e Palmeiras, está marcada para uma semana depois, no dia 27. Os dois jogos serão realizados no estádio Centenário de Montevidéu, no Uruguai.